Cruzeiro se reapresenta e homenageia vítimas da tragédia com Chapecoense

Antes do início das atividades na Toca da Raposa II, jogadores, comissão técnica e profissionais da imprensa fizeram uma corrente de oração no campo de treinamento

Cruzeiro se reapresenta e homenageia vítimas da tragédia com Chapecoense
União, tristeza e desolação marcaram reapresentação do Cruzeiro (Foto: Washington Alves/Light Press)

O Cruzeiro se reapresentou, na manhã desta quarta-feira (30), na Toca da Raposa II, sob muita tristeza. Antes do início das atividades, jogadores, juntamente com a comissão técnica e profissionais da imprensa, fizeram uma roda de oração no meio-campo, em solidariedade às vítimas do acidente aéreo envolvendo a delegação da Chapecoense, na madrugada de terça (29).

O técnico Mano Menezes assumiu a palavra antes da oração e disse frases de conforto. Jogadores e funcionários do Cruzeiro tinham amigos que atuavam e trabalhavam na Chapecoense, além dos jornalistas, que perderam 21 colegas de profissão na tragédia. Após o momento de fé, os jogadores fizeram trabalhos na academia da Toca II e depois realizaram atividades físicas no gramado.

Após o treino, o volante Henrique se dirigiu à sala de imprensa da Toca II e fez um comunicado em nome da equipe celeste. O jogador ressaltou o abatimento dos colegas e deixou uma mensagem de reflexão, para que as pessoas vivam o presente.

"Em nome do Cruzeiro, quero dizer que estamos muito sentidos e abalados, cada um da sua forma. Ninguém esperava isso, ainda mais num clube que vivia seu melhor momento. Companheiros nossos de trabalho, muitos que estiveram conosco, muitos jornalistas, massagista, roupeiro, segurança. Estamos abalados e damos força com nossas palavras para as famílias de todos os envolvidos. É isso que tenho a dizer. Nosso sentimento é de tristeza. A reflexão que fica é que,  às vezes, fazemos planos e não acontecem da forma que a gente imagina. É viver intensamente o hoje, o agora, ter muita fé e buscar à Deus. O amanhã só pertence a Deus", declarou o camisa 8.

Confira a nota assinada pelos jogadores do Cruzeiro:

A tragédia com os passageiros do voo da Chapecoense deixou uma dor sem proporções entre todos os funcionários do Cruzeiro. Desde a divulgação da queda do avião, estamos profundamente consternados, sentindo um grande vazio e buscando, na fé, forças para superarmos um dos momentos mais difíceis de nossas vidas.

O fim da viagem dos brasileiros à Medellín interrompeu os sonhos de jogadores, integrantes da comissão técnica, funcionários do clube, seguranças, jornalistas e de uma tripulação. Hoje, pedimos a Deus que conforte os familiares dos que não estão mais entre nós. Mas, as lembranças de nossos queridos companheiros jamais serão esquecidas. Assim como no grupo do Cruzeiro, em todos os outros times do futebol brasileiro, centenas de jogadores estão lamentando as perdas de grandes amigos que cada um de nós tínhamos.

É hora do futebol se unir para prestar solidariedade aos que sofrem com essa imensa dor. Que as manifestações individuais de cada companheiro de profissão, o silêncio e as orações formem uma grande corrente que nos ajude a superar esse pesadelo que marcará para sempre as nossas vidas.

Atletas do Cruzeiro Esporte Clube