Após embate na Copa do Brasil, Cruzeiro trava duelo com Palmeiras pelo Brasileirão

Partidas históricas contam a trajetória dos confrontos entre os dois times; Raposa quer se recuperar na tabela; Verdão tenta se manter no G-4

Após embate na Copa do Brasil, Cruzeiro trava duelo com Palmeiras pelo Brasileirão
Foto: Marcello Zambrana/Light Press/Cruzeiro
Cruzeiro
Palmeiras
Cruzeiro: Fábio; Lucas Romero, Léo, Murilo Cerqueira e Diogo Barbosa; Ariel Cabral, Henrique e Hudson; Thiago Neves, Alisson e Rafael Sobis. Técnico: Mano Menezes.
Palmeiras: Fernando Prass; Mayke, Mina, Luan e Egídio; Thiago Santos, Bruno Henrique e Tchê Tchê; Dudu, Roger Guedes e Willian. Técnico: Cuca
ÁRBITRO: Pericles Bassols Pegado Cortez (PE), auxiliado por Clovis Amaral da Silva (PE) e Cleberson do Nascimento Leite (PE).
INCIDENCIAS: Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG). Data e horário: domingo, 16h (de Brasília).

Um dos mais clássicos interestaduais do futebol brasileiro volta à cena pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Cruzeiro e Palmeiras se enfrentam na tarde deste domingo (9), às 16h, no Mineirão. O time celeste tentar voltar a vencer no Brasileirão, enquanto o Palmeiras quer seguir com a ascensão do time nas últimas rodadas. 

Os últimos dias do Cruzeiro foram de muita turbulência devido aos maus resultados das últimas partidas. A derrota no clássico para o Atlético, e o empate diante do Palmeiras, pela Copa do Brasil, por 3 a 3, após os celestes estarem vencendo por 3 a 0, resultaram em muitas críticas aos jogadores e, principalmente, ao técnico Mano Menezes. Para este jogo contra do alviverde paulista, o torcedor cruzeirense espera que os últimos dias tenham sido de grande relevância para consertar os defeitos que foram mostrados em grande escala nos compromissos que se passaram. 

Já o Palmeiras, com seus dias de trabalho comprimidos por várias partidas e campeonatos, entrará em campo diante do Cruzeiro esfalecido por diversos desfalques resultante de desgastes físicos e problemas extra-campo. Mesmo assim, o técnico Cuca não descarta uma vitória para manter o bom momento vivido pelo alviverde no Brasileirão, que saltou das últimas posições para o G-4 da Libertadores.  

Mano Menezes improvisa na lateral e zagueiro sequer vai para a reserva

Sabedor da importância de uma vitória diante do Palmeiras, o técnico Mano Menezes teve a semana inteira para trabalhar a equipe e, principalmente, absorver as críticas que vinham de todos os lados, desde a crítica especializada até os torcedores, que já demonstram seu descontentamento com o trabalho do treinador celeste.

Para o jogo diante do Palmeiras, Mano Menezes altera a equipe em relação ao time que jogou contra o Atlético, na rodada passada. Na defesa, o volante Lucas Romero será improvisado na lateral-direita. Ezequiel está no departamento médico tratando de uma pubalgia aguda, e Lennon, reserva natural, não será aproveitado. Na zaga, Caicedo, um dos vários jogadores criticados pela torcida, sequer vai para o banco de reservas. O zagueiro havia treinado normalmente e, segundo o Cruzeiro, o corte do defensor foi por opção técnica. Murilo Cerqueira fará dupla com Léo, que será mantido.

No meio-campo também há mudanças. Sem Lucas Romero, Mano Menezes promove o volante Henrique ao time titular, tendo como companheiro Ariel Cabral e Hudson, este último, mais solto e com liberdade para atacar. 

Com desfalques importantes, Cuca muda Palmeiras para o jogo contra o Cruzeiro

Apesar dos compromissos intensos e do pouco tempo para trabalhar o time, o técnico Cuca conseguiu recuperar o Palmeiras no Campeonato Brasileiro. O time alviverde não perde há quatro jogos, fator que deu a equipe um salto gigantesco na tabela de classificação. No entanto, para o jogo contra o Cruzeiro, o treinador alviverde tem problemas importantes. 

O primeiro é na defesa. O zagueiro Juninho, que atuava improvisado na lateral-esquerda levou o terceiro cartão amarelo e está suspenso. Em seu lugar, Egídio é o mais provável para assumir a vaga. Zé Roberto, outro concorrente, atua mais pelo meio-campo. 

O segundo desfalque é o no meio-campo. O meia venezuelano Guerra, titular absoluto da posição, enfrenta problemas particulares com o filho, que sofreu um acidente doméstico no meio da semana. O jogador foi dispensado da partida de hoje. 

No ataque, o colombiano Borja virou desfalque após sofrer uma inflamação intestinal no retorno do Equador após a partida contra o Barcelona de Guayaquil, pela Libertadores. O atacante chegou a ser hospitalizado, e mesmo retornando aos treinos ontem, o jogador foi vetado pelo departamento médico.


Share on Facebook