Grandes confrontos: Flamengo e Cruzeiro remontam grandes duelos no Rio de Janeiro

Times decidem Copa do Brasil de 2017, cujos primeiros 90 minutos da final serão abertos na quinta (7)

Grandes confrontos: Flamengo e Cruzeiro remontam grandes duelos no Rio de Janeiro
Foto: Rodrigo Rodrigues/ Editoria de Arte VAVEL Brasil

Quando se trata de grandes confrontos, Flamengo e Cruzeiro entram para o hall da história de embates emocionantes do futebol brasileiro. Seja por qualquer competição, existem momentos que trata a partida como rivalidade. Nesta quinta-feira (7), os dois times abrem a final da Copa do Brasil de 2017, com a expectativa de que ambos repitam os jogos históricos de outros tempos. 

A rivalidade entre ambos se aguçou nos anos 1990, com o crescimento de torneios no estilo mata-mata, casos de Copa do Brasil e Supercopa dos Campeões da Libertadores da América. Ainda há momentos importantes por competições como o Campeonato Brasileiro. Revisite, aqui na VAVEL Brasil, um pouco destas histórias entre Flamengo e Cruzeiro tendo o rubro-negro carioca como mandante.

Copa do Brasil 1995: Flamengo elimina Cruzeiro com empate

Flamengo e Cruzeiro estavam no seleto grupo de times vencedores e com elencos competitivos. O embate entre os dois pelas quartas de final da Copa do Brasil de 1995 seria um desses tira-teimas para ver quem era o melhor. O Cruzeiro bem que tentou parar a dupla Sávio/Romário, mas não conseguiu. Sávio, o anjo loiro da Gávea, abriu o placar para o rubro-negro. Minutos depois, Rogério empatou de cabeça, mas não foi suficiente. O time carioca estava classificado. 

Supercopa 1995: Flamengo derrota o Cruzeiro e vai à decisão

O Cruzeiro tinha tudo para dar o 'troco' no Flamengo. Afinal de contas, passaram-se pouco mais de seis meses após o revés pela Copa do Brasil. No entanto, o rubro-negro foi novamente implacável contra a Raposa. No Maracanã, o Cruzeiro precisava vencer, já que perdeu em casa por 1 a 0. Porém, o Flamengo conseguiu a vitória por 3 a 1. Gols de Aloísio, Márcio Costa e Rodrigo Mendes. Belletti descontou para os cruzeirenses, que viram a chance de ser tricampeões da Supercopa escapar no Rio de Janeiro.

Copa do Brasil 1996: Cruzeiro empata com Flamengo e encaminha vaga para final

Flamengo e Cruzeiro abriram a semifinal da Copa do Brasil de 1996 no Maracanã. O rubro-negro estava parado na garganta celeste. Os cruzeirenses sabiam que um resultado positivo ajudaria e muito na próxima partida, em Belo Horizonte. Porém, nada foi difícil. A dupla Sávio/Romário, com ajuda de Marques, regularam no Maracanã, e o anjo loiro da Gávea fez o primeiro gol flamenguista.

No segundo tempo, o Cruzeiro encarou o Flamengo e a torcida, e conseguiu o empate com Cleisson. O resultado de empate ajudou na classificação celeste, que se consumou após novo resultado de igualdade, desta vez, por 0 a 0, no Mineirão.

Copa dos Brasil 2003: Alex brilha, Flamengo e Cruzeiro empatam no Maracanã

Flamengo e Cruzeiro fizeram uma das finais mais emocionantes da história da Copa do Brasil. Maracanã lotado, craques à disposição do público e bom futebol. Receita perfeita para quem gosta de acompanhar uma finalíssima logo no primeiro jogo. Em campo, o Cruzeiro já era, de longe, o melhor time do Brasil.

O Flamengo oscilava, mas poderia fazer a diferença. No entanto, quem realmente se destacou foi Alex. O camisa 10 do Cruzeiro fez um gol de placa no maior estádio do mundo, após receber passe de Deivid. O resultado dava uma boa vantagem ao time celeste para decidir no Mineirão. Porém, Fernando Baiano, nos acréscimos, empatou para o rubro-negro. O campeão só seria decidido na segunda partida, em Belo Horizonte, e foram os cruzeirenses que levantaram o troféu.

Brasileirão 2004: Flamengo se salva do rebaixamento ao golear Cruzeiro

Diferente dos aconteceu em anos anteriores, a situação em que se encontravam Flamengo e Cruzeiro não era das mais interessantes. Para o jogo, que aconteceu em Volta Redonda, o rubro-negro precisava vencer para escapar do rebaixamento. Já os celestes, sem qualquer compromisso, haviam dado férias a 12 jogadores na rodada anterior do Brasileirão com apenas três titulares.

Situações à parte, o que valia era o resultado, principalmente, para o Flamengo. Só no primeiro tempo, 4 a 2 para o rubro-negro, com gols de André Bahia, duas vezes, Ibson, e Weliton. Fred e Tápia marcaram para o Cruzeiro. Na etapa final, Athirson e Felipe fecharam o placar e salvaram os cariocas do descenso.

Copa do Brasil 2013: mata-mata fica com Flamengo

O torcedor do Cruzeiro certamente se lembra do golaço que imortalizou o nome do meia Éverton Ribeiro no clube. Atualmente no Flamengo, por coincidência, Éverton defendeu a Raposa em 2013, ano no qual marcou um gol magistral diante da própria equipe carioca. Em jogo válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil, Raposa e rubro-negro se enfrentaram no Mineirão, partida de ida vencida pelos mineiros por 2 a 1. Além de Éverton, Willian marcou para os mandantes, enquanto Carlos Eduardo registrou para os visitantes.

Com a vantagem e a ressaca do golaço de Everton, o Cruzeiro perdeu o jogo de volta por 1 a 0 - gol do volante Elias, que atualmente defende o Atlético-MG. Esse resultado colocou os cariocas na quartas da Copa do Brasil, da qual foi a grande campeã em 2013.