Prestigiado, volante Nonoca renova contrato com Cruzeiro e 'voltará' à base celeste

Cria da Raposa, volante estendeu seu vínculo com o clube por quatro anos; nesta quinta, vai se juntar ao subs-20 em decisão

Prestigiado, volante Nonoca renova contrato com Cruzeiro e 'voltará' à base celeste
O primeiro jogo de Nonoca como titular do Cruzeiro foi contra o Botafogo (Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

Lucas de Souza Ventura, ou simplesmente Nonoca, de 19 anos, terá boas recordações do ano de 2017. O volante do Cruzeiro subiu ao profissional da Raposa no começo da atual temporada e renovou com o clube celeste na última segunda-feira (9). Agora, o vínculo do meio-campista com a equipe mineira vai até 4 de outubro de 2021.

O jogador, que é cria da base cruzeirense, atuou em nove partidas este ano e não marcou nenhum gol. O atleta tem uma assistência pelo profissional do Cruzeiro, que foi quando serviu Rafael Sóbis na vitória cruzeirense sobre o Atlético-GO no Brasileiro, com um lindo passe em profundidade. Em entrevista à VAVEL Brasil, Nonoca comentou sobre as surpresas de sua primeira temporada no time principal.

"Esperava [oportunidades em 2017], mas não acontecendo tão rápido como estão acontecendo. Subi para o profissional, fiz minha estreia, ganhei a Copa do Brasil e acabei de renovar meu contrato. As coisas aconteceram muito rápido, mas, claro, trabalho bastante para que aconteçam coisas boas na minha vida. [O ano de] 2017 está sendo muito especial, graças a Deus. Quero seguir minha carreira ganhando mais títulos com a camisa do Cruzeiro", afirmou.

O atual campeão da Copa do Brasil, nascido em Leopoldina, região da zona mata mineira, ressaltou a sua alegria em permanecer no clube celeste por mais tempo. Aos 19 anos, vive suas primeiras experiências com o grupo principal da Raposa, que tem ainda os volantes Henrique, Hudson, Lucas Romero, Lucas Silva e Ariel Cabral.

"É a realização de um sonho saber que consegui vestir a camisa do Cruzeiro no profissional, de representar o Cruzeiro dentro de campo. Estou muito feliz e agora é dar continuidade no trabalho. É muito bom ver seu trabalho sendo reconhecido por tudo que você faz, e estou muito feliz por ter estendido meu vínculo com o Cruzeiro", pontuou.

Em meio às chances que teve em 2017, Nonoca estendeu agradecimentos a duas pessoas em especial. Uma delas é o técnico Mano Menezes, comandante da Raposa, e outra é Bruno Vicintin, que deixou a vice-presidência da Raposa na semana passada. Vicintin foi superintendente da base cruzeirense de 2013 a 2015.

"No Cruzeiro, sou grato a todos. Todos tiveram uma colaboração no que estou vivendo hoje. O Mano confiou no meu trabalho, toda a comissão também. O Bruno Vicintin também, que me ajudou bastante na base. E não só eu, como todos que subiram com certeza são gratos ao Vicintin por tudo que ele fez. Nós, da base, sabemos o tanto que ele lutava por nós e gostava de nós. Sou muito grato ao Vicintin e gosto muito dele", disse.

Final do Brasileiro sub-20

Se Nonoca foi campeão da Copa do Brasil com o principal do Cruzeiro neste ano, poderá fazer parte de mais uma conquista nacional da Raposa ainda em 2017. O volante foi chamado para atuar pela equipe sub-20 nesta quinta (12), no jogo de ida da final do Campeonato Brasileiro da categoria, contra o Coritiba. A solicitação ocorreu pelas baixas de Márcio (suspenso) e Vander (contundido).

O jogo será realizado às 16h30 desta quinta, na Arena Independência. Os ingressos para sócios do clube custam R$5, enquanto não sócios pagam R$10 para assistirem à partida.