Frustrado com resultado, Mano ratifica compromisso do Cruzeiro em vencer jogos restantes no ano

Para Mano Menezes, futebol praticado contra Flamengo ficou abaixo do esperado

Frustrado com resultado, Mano ratifica compromisso do Cruzeiro em vencer jogos restantes no ano
Mano Menezes à beira do campo contra o Flamengo (Foto: Rafael Ribeiro/Lightpress/Cruzeiro)

Uma noite carioca para esquecer. Foram apenas duas finalizações certas ao gol do adversário, pouca criação e falhas defensivas, que ocasionaram a décima derrota do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro. E quem foi o rival? O Flamengo, que venceu a equipe mineira, por 2 a 0, com gols de Everton e Vinicius Júnior, na Ilha do Urubu.

O reencontro entre os finalistas da Copa do Brasil, nesta quarta-feira (8), foi dominado pelo Urubu. O time rubro-negro, obrigou o goleiro Fábio a operar milagres. Foram pelo menos duas grandes defesas do arqueiro cruzeirense. A apatia na partida, incomodou o treinador Mano Menezes

"Eu acho que não merecemos outro resultado que não fosse a derrota. Se não me engano, não chutamos uma bola direto no gol, chutamos uma com Thiago Neves no segundo tempo, que mal chegou no gol. Isso é uma dificuldade. Nada funcionou bem, aí para chegar no gol é algo diferente do que a gente faz. Até coloquei o Jonata para tentar fazer algo com bola parada, porque com a bola rolando, estava muito difícil. Tivemos dificuldade por mérito do Flamengo, que não deixou a gente criar, mas muito por uma atuação abaixo do nível que a gente poderia fazer”, destacou.

O técnico ressaltou que o compromisso do time é vencer os últimos jogos da temporada, mas afirma que o futebol abaixo da média praticado contra o Flamengo, não pode se repetir.

"Não podemos jogar tão abaixo como jogamos hoje. A última imagem é a que fica no campeonato, o Flamengo criou bem pelos lados, teve movimentações inteligentes e não conseguimos encaixar. Estou falando de outras coisas importantes. A camisa do Cruzeiro é muito importante, todo mundo coloca isso em campo quando vai jogar. Esse campeonato exige uma entrega grande. A preparação não atingiu para jogar um campeonato brasileiro, cometemos muitos erros, de passe, de tomada de decisão, tem a ver com a preparação do jogo. As coisas não andaram bem”, finalizou. 

O Cruzeiro volta a campo neste domingo (12), às 17h. O adversário da vez é o Fluminense, no Mineirão, em Belo Horizonte. A Raposa tenta encostar novamente nos líderes do certame nacional. A equipe está em sexto lugar, com 51 pontos.