Ex-vice de futebol do Cruzeiro, Bruno Vicintin revela ameaça de morte vinda de Itair Machado

Dirigente deixou o cargo na Raposa em outubro após divisão política no clube

Ex-vice de futebol do Cruzeiro, Bruno Vicintin revela ameaça de morte vinda de Itair Machado
Vicintin convocou uma coletiva em uma de suas empresas (Foto: Isabelly Morais/VAVEL Brasil)

Vice-presidente de futebol do Cruzeiro até outubro deste ano, Bruno Vicintin revelou que foi ameaçado de morte por Itair Machado,  novo homem forte do departamento de futebol da Raposa. Vicintin expôs o caso na tarde desta quarta-feira (22), em coletiva de imprensa convocada por ele mesmo em uma de suas empresas.

De acordo com Vicintin, a ameaça de Itair foi feita através de uma ligação por telefone do dirigente com José Francisco Lemos, primeiro vice-presidente do Cruzeiro. Lemos teria ligado para o ex-cartola cruzeirense na sede do clube, no Barro Preto, região Centro-Sul de Belo Horizonte, na presença de várias testemunhas, dentre eles Gilvan de Pinho Tavares, atual presidente da Raposa.

"Tudo aconteceu no dia 13 de novembro. Fui convidado para ir à sede para discutir situações sobre a eleição na chapa do Conselho Administrativo. Chegando lá estava o José Francisco Lemos, primeiro vice-presidente do Conselho, que ligou para o Itair Machado. Aí, ele falou: 'Doutor Lemos, eu odeio o Bruno Vicintin e queria que o senhor desse recado ao Bruno, se ele não parar de falar de mim na internet, eu vou matar ele'. Eu virei e falei: 'Estou sendo ameaçado de morte?' Estavam na sala o Gilvan de Pinho, Antônio Assunção, Gustavo Gati, Dalai e Ronaldo Granata", contou.

+ Fora da vice-presidência de futebol do Cruzeiro, Bruno Vicintin emite carta de despedida

"Falei que faria um boletim de ocorrência quando chegasse a Belo Horizonte, e cheguei ontem à noite. Tenho conversado muito pouco com o Gilvan, e liguei hoje de manhã para saber o que estava acontecendo. O Serginho, do Alterosa Esporte, esteve na sala do Gilvan e disse que estão chateados comigo por matérias divulgadas no Blog do Paulinho", afirmou Vicintin.

"Ele pediu ao Gilvan para interceder ou eles iriam declarar guerra e expor tudo sobre a gestão do Cruzeiro. O Gilvan disse que não estava falando comigo e não tinha que me dar recado. Eu não conheço o Paulinho, do Blog do Paulinho, nunca conversei com ele", completou, que Vicintin rechaçou a possibilidade de concorrer à presidência do Cruzeiro no futuro.

O cartola deixou o cargo de vice-presidente de futebol do Cruzeiro no início de outubro. A reportagem tentou entrar em contato com Itair Machado, mas não obteve resposta do dirigente.

O motivo da coletiva de Vicintin foi para esclarecer um assunto que tomou o dia da equipe. O conselheiro nato da Raposa Guilherme Oliveira Cruz enviou uma carta ao presidente do Conselho do clube, João Carlos Gontijo, pedindo a abertura de uma comissão para avaliar a gestão de Gilvan de Pinho Tavares e de Bruno Vicintin, tudo isso pelas dívidas somadas pela equipe mineira.