Bruno Vicintin registra boletim de ocorrência sobre ameaça de morte de Itair Machado

Ex-vice de futebol da Raposa citou as testemunhas do ocorrido no boletim registrado na manhã desta quinta-feira (23)

Bruno Vicintin registra boletim de ocorrência sobre ameaça de morte de Itair Machado
Foto: Divulgação

Após acusar Itair Machado, próximo vice-presidente de futebol do Cruzeiro, de tê-lo ameaçado de morte, Bruno Vicintin registrou um boletim de ocorrência nesta manhã (23), na 4ª Delegacia de Polícia Civil do Barreiro, em Belo Horizonte. Nessa quarta (22), dia em que o ex-dirigente da Raposa revelou a ameaça, Itair Machado divulgou nota negando acusações.

A ameaça de morte teria ocorrido no dia 13 de novembro, durante reunião na sede administrativa do Cruzeiro. De acordo com Bruno Vicintin, Itair Machado o ameaçou em conversa por telefone com o primeiro vice-presidente do clube, José Francisco Lemos. Além disso, Vicintin também acusou Itair de ameaça ao futuro vice-presidente, Ronaldo Granata.

No texto do boletim de ocorrência, são citadas as testemunhas do ocorrido. Na entrevista concedida à imprensa nessa quarta-feira (22), Vicintin já havia revelado as pessoas presentes: Gilvan de Pinho Tavares (atual presidente), Antônio Assunção (superintendente das categorias de base), Dalai Rocha (primeiro secretário do Conselho), José Gustavo Gatti (segundo secretário do Conselho) e Ronaldo Granata (segundo vice-presidente de futebol eleito).

Confira a íntegra do boletim de ocorrência: 

"Senhor delegado de polícia, a vítima comparece a esta unidade policial informando que:

Em reunião na sede administrativa do Cruzeiro Esporte Clube, realizada no dia 13/11/2017, na presença das testemunhas relacionadas em campos específicos, o autor, em ligação telefônica com a testemunha José Lemos, proferiu os seguintes dizeres: “...Lemos, eu odeio o senhor Bruno Vicintin e quero que você dê o recado a ele, que se ele não parar de falar em mim na internet eu vou matar ele.” Conforme se expressa.

Destarte, a vítima informa que tal ameaça foi repetida pelo senhor Lemos, que repassou as falas do autor a todos os presentes na sala da citada reunião.

Insta salientar que a vítima cientificada com relação à condição da representação por se tratar de crime condicionado à representação da vítima, e manifesta aqui seu interesse em dar seguimento ao presente feito.

Registra-se para que sejam tomadas as medidas pertinentes que vossa senhoria julgar pertinente após a análise dos fatos citados".