Cruzeiro e Botafogo chegam a acordo por Bruno Silva, mas negociação esbarra em Ponte

Macaca detém 60% dos direitos econômicos do atleta, por isso precisa dar o aval para que negociação seja concretizada; segundo comunicado do clube paulista, Raposa ainda não fez contato

Cruzeiro e Botafogo chegam a acordo por Bruno Silva, mas negociação esbarra em Ponte
Foto: Satiro Sodré/SSPress/Botafogo

A trama entre Cruzeiro, Botafogo e Bruno Silva está perto do fim, mas ainda não se concretizou. O clube mineiro tem interesse em contar com o volante do time alvinegro, e isso não é novidade, mas um acerto entre agremiações e meio-campista esbarra em outra equipe. Apesar de tudo estar bem encaminhado entre mineiros e cariocas, quem também entra na jogada é a Ponte Preta.

A Macaca detém 60% dos direitos econômicos de Bruno Silva e, por isso, precisa dar anuência no contrato para que de fato o volante se mude para Belo Horizonte. Essa situação burocrática é o que ainda prende a negociação entre Botafogo e Cruzeiro, clube que precisa contactar a Ponte para ter o aval da contratação.

Segundo comunicado emitido pela Ponte, o clube paulista está ciente das movimentações entre mineiros, cariocas e volante, mas ainda não foi procurado pela cúpula celeste para que possa aprovar ou não a contratação da Raposa. 

O Cruzeiro já acertou o contrato com o jogador e com o Botafogo por três temporadas, mesmo ainda esbarrando na Ponte. O clube carioca detém os direitos federativos de Bruno, sendo que a Ponte possui a maior porcentagem dos econômicos. O próximo passo, agora, é o contato da Raposa com a Macaca.

Bruno Silva foi eleito o melhor volante do Campeonato Brasileiro de 2017 ao lado de Arthur, revelação do Grêmio. O atleta foi um dos destaques do time carioca na temporada, com 59 jogos e nove gols, e chegaria ao Cruzeiro para integrar um corpo de volantes que já possui os jogadores Henrique, Hudson, Ariel Cabral, Lucas Romero, Lucas Silva e Nonoca.