Diretoria do Cruzeiro critica gestão anterior por contrato de Rafinha e garante permanência do meia

Jogador está na mira do Vasco, mas segundo Itair Machado, ele não deixará a Toca

Diretoria do Cruzeiro critica gestão anterior por contrato de Rafinha e garante permanência do meia
Itair Machado confirmou proposta do clube cruzmaltino (Foto: Pedro Vilela/Getty Images)

Tido por Mano Menezes como peça fundamental do elenco para esta temporada, o meia Rafinha deixou os torcedores do Cruzeiro preocupados nesta quarta-feira (3). Isso porque o atleta, antes de se reapresentar ao clube mineiro, confirmou ter recebido proposta do Vasco e deixou o futuro na Toca da Raposa em aberto

Entretanto, em entrevista coletiva na Toca Raposa na tarde desta quarta, o vice-presidente de futebol do Cruzeiro, Itair Machado, garantiu a permanência do atleta de 32 anos e alfinetou a gestão anterior quando formulou o contrato do meia.

“É um jogador que tem uma cláusula que, se vier uma proposta X, ou o Cruzeiro cobre a oferta ou libera o jogador de graça. É uma cláusula criminosa, esse contrato não deveria existir. Um jogador com a qualidade dele receberá proposta todo mês. Por uma diferença salarial de 20 mil reais seria incompetência da nossa parte. O Mano não abre mão do jogador, que é essencial no esquema tático do time”, garantiu.

O diretor pensa ainda em estender o vínculo com o atleta. “Vamos aumentar mais um ano de contrato, até porque estávamos conversando com o Mano, hoje o jogador consegue correr muito com 34, 35 anos. Jogador com essa idade não é velho mais”, complementou.

Importante jogador para a conquista do penta da Copa do Brasil, Rafinha encontrou seu lugar no Cruzeiro após uma temporada irregular em 2016, quando sofreu com diversas lesões. Recuperado, o atleta participou, em 2017, de 55 jogos - sendo 38 deles iniciados como titular - e balançou as redes três vezes ao longo da temporada.