Diretor de futebol do Cruzeiro, Marcelo Djian nega proposta do Grêmio por Raniel

Dirigente da Raposa afirmou à VAVEL Brasil que não chegou nada do tricolor gaúcho às mãos do clube mineiro

Diretor de futebol do Cruzeiro, Marcelo Djian nega proposta do Grêmio por Raniel
Raniel tem 21 anos e deixou uma boa impressão em 2017 (Foto: Washington Alves/Cruzeiro)

Poucos atletas deixaram o Cruzeiro no começo desta temporada, dentre eles o meia-atacante Alisson, que rumou para o Grêmio. Nessa relação com o time gaúcho, a Raposa mandou ainda por empréstimo o jovem Thonny Anderson, de 20 anos, que foi capitão da equipe no título do Brasileiro Sub-20. Para além desses jogadores, rumores noticiaram que um outro estaria na mira o tricolor: o atacante Raniel.

Em contato com a VAVEL Brasil, o diretor de futebol da Raposa, Marcelo Djian, afirmou que nenhuma proposta do time gaúcho chegou às mãos da diretoria celeste. Inclusive, o dirigente revelou que teve uma conversa com o diretor-executivo de futebol do Grêmio, André Zanotta, nessa segunda (22) e que o nome do atacante não foi mencionado.

"Cheguei a ver que falaram sobre isso [Raniel no Grêmio] hoje. Para nós, não chegou nada. O André [Zanotta] me ligou hoje [segunda] para resolvermos algumas questões da liberação do Thonny Anderson e não me falou nada do Raniel. Sendo bem sincero, o Cruzeiro não recebeu nenhuma proposta por ele agora", afirmou Djian.

No começo do ano, Raniel de fato entrou no radar do Grêmio. A Raposa contratou o lateral-direito Edílson junto ao tricolor gaúcho com a condição da ida de um atleta em troca. A equipe do Sul chegou a pensar em Raniel, mas o meia-atacante Alisson acabou indo. Depois disso, segundo Djian, o Grêmio não voltou a consultar a Raposa para contar com o atacante de 21 anos.

"O Grêmio teve interesse no Raniel durante a negociação do Edilson. Como Alisson aceitou, não teve mais nada sobre ele depois disso", pontuou Djian. Revelado pelo Santa Cruz, Raniel chegou a subir para o profissional do clube pernambucano, mas acertou com a base do Cruzeiro. Com isso, teve uma nova ascensão, mas na Raposa, e fez uma boa temporada em 2017 sendo uma das opções de Mano.

O jogador se lesionou na segunda partida da final da Copa do Brasil, em setembro, e atualmente está indo da transição para a preparação física. No ano passado, foram 23 jogos realizados e quatro gols marcados, deixando uma boa impressão no torcedor celeste quando solicitado pelo comandante cruzeirense.