Por negociação de Boca Juniors na Argentina, Messidoro pode deixar Cruzeiro e voltar ao seu país

Meia está emprestado à Raposa pelo clube xeneize, que quer incluí-lo em uma negociação com o Talleres

Por negociação de Boca Juniors na Argentina, Messidoro pode deixar Cruzeiro e voltar ao seu país
Messidoro fez apenas quatro jogos em 2017 com a camisa do Cruzeiro (Foto: Washington Alves/Cruzeiro)

Uma transação na Argentina pode repatriar o meia Messidoro, atualmente emprestado ao Cruzeiro pelo Boca Juniors. Isso porque o atleta da Raposa está incluso na proposta que o clube xeneize oficializou junto ao Talleres pelo meia Reynoso, de 22 anos, nesta terça (23), de acordo com informações veiculadas na mídia argentina. 

O Boca Juniors ofereceu 1,5 milhão de dólares por 50% dos direitos do meia Reynoso, deve relevar uma dívida de 2,5 milhões de dólares que o Talleres tem com o clube por questões envolvendo empréstimos e vendas de atletas, e ainda o empréstimo de Messidoro.

A reportagem fez contato com o diretor de futebol do Cruzeiro, Marcelo Djian, que afirmou ainda não ter sido notificado pelo Boca Juniors sobre a possibilidade do retorno de Messidoro à Argentina. O atleta chegou ao Cruzeiro em meados do ano passado, envolvido na ida de Ramon Ábila para o Boca.

Na época, o clube argentino buscou Messidoro no Sport Boys, da Bolívia, e emprestou à Raposa até dezembro deste ano, livrando ainda a dívida que o clube mineiro tinha junto ao Huracán na contratação de Ábila - 1,5 milhão de dólares (R$ 4,6 milhões de reais). Uma possível volta de Messidoro não influencia na transferência de Ábila ao Boca, porque essa negociação já foi resolvida em 2017.

Com pouco espaço no elenco celeste, Messidoro atualmente é a última opção de Mano Menezes no meio-campo da Raposa. Com Thiago Neves, Robinho, Rafinha, Arrascaeta e Mancuello, as poucas oportunidades do argentino em solo brasileiro podem compor um dos pontos que operam a favor de seu retorno à Argentina. Em 2017, foram apenas quatro partidas disputadas.