Notas: Rafinha brilha e Cruzeiro mostra intensidade em vitória sobre Uberlândia

Raposa fez boa partida contra Uberlândia na noite desta quarta-feira (21), pela terceira rodada do Estadual

Notas: Rafinha brilha e Cruzeiro mostra intensidade em vitória sobre Uberlândia
Foto: Washington Alves/LightPress

Depois de empatar com a Caldense na última rodada do Campeonato Mineiro, o Cruzeiro recebeu o Uberlândia e venceu por X a 0. O placar refletiu o que foi o duelo, um jogo com bastante intensidade pelo lado celeste.

A equipe da capital criou várias chances de gol, durante os 90 minutos de partida e fez valer o placar final. Com a base do ano passado, o Cruzeiro mostrou muito entrosamento dentro de campo e conseguiu envolver os visitantes.  Por tudo isso, a VAVEL Brasil vai analisar a atuação individual dos atletas da Raposa.

Fábio: 6
O goleiro foi pouco requisitado na etapa inicial de partida, mas o Uberlândia voltou com o impeto renovado para a parte final. Seguro, o arqueiro celeste fez boas defesas quando necessário.

Edílson: 7
Na sua estreia com a camisa celeste, Edílson deixou boa impressão. Firme na marcação, o jogador não comprometeu no setor defensivo e quase deixou sua marca em falta cobrada.

Manoel: 6
O zagueiro do Cruzeiro também fez boa partida. Em lances de bola parada, Manoel mostrou bom posicionamento dentro da área e solidez na marcação. A zaga não foi muito exigida pelo ataque dos adversários.

Murilo: 6
O zagueiro Murilo também fez bom jogo. Apesar de ter sido discreto, o jovem defensor manteve seu desempenho sólido para a temporada 2018. 

Egídio: 7
Reforço para a temporada, Egídio fez um bom jogo. Em alguns lances, o lateral subiu ao ataque e criou mais opções de passe à frente da área adversária.

Henrique: 7
Capitão celeste, Henrique fez uma partida sólida pelo Cruzeiro. O volante deu segurança para a zaga azul e branca, o que liberou para a subida dos homens de frente.

Ariel Cabral: 7
Cabral também fez boa partida. O jogador subia ao ataque e dava mais opções de passe aos três meias celestes e quando necessário, fazia boa cobertura.

Thiago Neves: 8
Ele ficou! Para confirmar a escolha, o camisa 30 fez uma partida de gala e, além do gol marcado, criou várias chances para seus companheiros. 

Robinho: 8
O meia celeste jogou centralizado durante toda a etapa inicial, mas dividiu o papel de criação com os companheiros, principalmente com o Thiago Neves. 

Arrascaeta: 7,5
O uruguaio participou da trinca azul e branca na criação de jogadas e fez uma boa partida. O jogador teve papel importante no setor ofensivo da equipe.

Fred: 7,5
Apesar de não ter marcado um gol, Fred foi o jogador que mais finalizou pelo lado celeste. O novo centroavante do Cruzeiro apresentou boa movimentação e criou algumas oportunidades para seus companheiros.

Rafinha: 8
O jogador saiu do banco e mudou a partida. Já na metade do segundo tempo, Rafinha entrou e mostrou que merece uma vaga no time titular. O atleta marcou dois gols e se tornou artilheiro do campeonato.