Coritiba fica no zero com Figueirense fora de casa e cai para vice-lanterna

Coxa chegou a acertar a trave, mas partida de poucas chances terminou empatada sem gols no Scarpelli

Coritiba fica no zero com Figueirense fora de casa e cai para vice-lanterna
Foto: Divulgação/Coritiba FC
Figueirense
0 0
Coritiba
Figueirense: Gatito Fernández, Ayrton, Marquinhos, Bruno Alves, Marquinhos Pedroso; Elicarlos, Jackson Caucaia (Dodô, min. 29/2ºt), Bady; Dudu (Éverton Santos, min. 19/2ºt), Lins (Ermel, min. 36/1ºt), Rafael Moura. Técnico: Vinícius Eutrópio
Coritiba: Wilson; Dodô, Luccas Claro, Juninho, Carlinhos; Edinho, João Paulo, Ruy (Evandro, min. 38/2ºt), Juan (Leandro, min. 22/2ºt), Felipe Amorim (Iago, min. 28/2ºt); Kleber. Técnico: Pachequinho
ÁRBITRO: Elmo Alves Resende Cunha (GO), auxiliado por Dibert Pedrosa Moises (RJ) e Vanderson Antonio Zanotti (ES). Amarelos: Dudu, Jackson Caucaia, Elicarlos (FIG); Kleber, João Paulo, Leandro, Carlinhos (CTB)
INCIDENCIAS: 11ª rodada da Série A do Campeonato brasileiro 2016, no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, SC. Público total: 6.192 torcedores; Renda: R$ 67.910,00

Em jogo de poucas oportunidades e muitos erros, Figueirense Coritiba protagonizaram o único 0 a 0 da 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Figueira subiu aos 14 pontos e ocupa o 14º lugar, enquanto o Coxa caiu para a 19ª posição, com 10.

Na próxima rodada, o Figueirense visita o líder Palmeiras, na quinta-feira (30), às 19h30. Já o Coritiba joga o clássico estadual diante do Atlético-PR no Couto Pereira, na quarta-feira (29), às 21h.

Primeiro tempo de poucas chances termina zerado

A primeira etapa em Florianópolis foi de pouca pontaria dos times. Cada time só conseguiu uma finalização certa nos 45 iniciais - o Figueira teve quatro chutes no total e o Coxa, 10. Aos 3, Edinho perdeu a bola e Lins arriscou da entrada da área, mas Wilson salvou no susto - a única finalização certa do time na primeira etapa.

O chute certo do Coritiba aconteceu aos 18. Ruy recebeu na entrada da área e arriscou chute forte de pé direito, mas Gatito salvou. Na cobrança de escanteio, Juninho desviou na primeira trave e mandou com perigo por cima do gol alvinegro.

Além da falta de pontaria, o primeiro tempo teve mais de um passe errado por minuto: o Figueirense errou 31, e o Coritiba, 17. Nos cruzamentos, nove errados do Figueira e quatro certos. No lado do Coxa, quatro não tiveram destino, e dois foram certos. E, nesses que terminaram em finalização, foram para fora. Aos 36, Lins sentiu problemas no joelho e foi substituído por Ermel. Assim, o jogo foi para o intervalo sem gols no Scarpelli.

Coxa acerta a trave, Figueira para em Wilson e zero permanece

O Figueirense teve uma boa chance para abrir o placar logo aos 5. Em cobrança de escanteio de Pedroso, Rafael Moura subiu mais alto que a defesa e cabeceou, mas Wilson fez grande defesa. Em novo escanteio, a bola sobrou para Ayrton, que bateu forte da entrada da área, mas novamente o ex-goleiro do Figueira evitou o gol da equipe que defendeu até 2012.

Apesar desta chance inicial, o jogo manteve o ritmo baixo do primeiro tempo, com poucas chances e muitos erros. No total, foram 101 passes errados no jogo: 57 do Figueira e 44 do Coxa. Aos 20, Ruy limpou Elicarlos na entrada da área e chutou colocado, mas Gatito caiu no canto para espalmar. Oito minutos depois, Leandro recebeu de Ruy na entrada da área e arriscou de pé esquerdo, mas Gatito segurou no meio do gol.

Aos 30, após tabela, Leandro recebeu de Iago na pequena área e bateu de primeira, mas acertou a trave. O Figueirense até tentou pressionar no fim, mas o Coritiba teve sempre números superiores no jogo de finalizações - 17 a 8 -, mas a maioria dos chutes das duas equipes foram para fora e a partida terminou empatada em 0 a 0 no Scarpelli.