Argel Fucks pede demissão após derrota do Figueirense contra Cruzeiro

Em sua terceira passagem pelo clube catarinense, técnico se despede depois de comandar o Furacão somente em oito partidas

Argel Fucks pede demissão após derrota do Figueirense contra Cruzeiro
Foto: Divulgação/Figueirense

Jogando em casa, o Figueirense não conseguiu se impor e acabou sendo derrotado pelo Cruzeiro pelo placar de 2 a 1. O resultado negativo custou a passagem do técnico Argel Fucks, que se despede do Furacão após oito partidas; sendo uma vitória, quatro empates e três derrotas. A demissão foi um acordo entre Argel e o clube catarinense. 

Na entrevista coletiva, pós-jogo, Argel demonstrou identificação pelo clube, mas lamentou a falta de eficiência de seu comando: "No meu contrato não existe multa. O clube não vai ser lesado. Voltei para o Figueirense pela minha gratidão ao clube. Fiz tudo o que podia e dei oportunidade para todos os jogadores. Mas o resultado não é satisfatório. Não consegui buscar equilíbrio. Como sou de assumir a responsabilidade, trabalhamos muito aqui. Com chuva, com sol. Com gripe, sem gripe. Tenho um respeito muito grande pelo torcedor. Gostaria de ter feito mais, porém, quem sabe um quarto treinador consiga extrair mais da equipe. Eu saio de cabeça erguida e com a certeza de que deixo um legado". 

O técnico agradeceu também o Figueirense e às pessoas envolvidas em seu trabalho. Ademais, anunciou oficialmente sua demissão: "Gostaria de agradecer à todas as pessoas que trabalharam comigo nessa terceira passagem pelo clube. A instituição Figueirense está acima dessa amizade com o presidente. Agradeço aos funcionários, jogadores e profissionais. Deixo o cargo de treinador do Figueirense. É a vida que segue. Vou continuar torcendo pelo Figueirense". 

Wilfredo Brillinger, presidente do Figueira, estava ao lado de Argel na coletiva de despedida. O mandatário agradeceu o trabalho de Fucks no Furacão e afirmou que a troca de técnico foi um acordo grupal: "Vínhamos conversando sobre o elenco. Tivemos uma preleção muito boa antes da partida. Terminando o jogo, sentamos, analisamos e pensando na instituição Figueirense, em comum acordo, entendemos que o melhor era fazer uma troca no comando técnico. Agradeço ao Argel, porque sempre vestiu a camisa do Figueirense e foi leal ao clube. Sei que ele lutou o quanto pôde". 

O próximo compromisso do Furacão é diante do Flamengo, na estreia da Copa Sul-Americana, quarta-feira (24), a partir das 21h45, no Estádio Orlando Scarpelli. O confronto é válido pela partida de ida da segunda fase da competição internacional. Por sua vez, no Brasileirão, o Figueira volta a campo domingo (28), às 11h, quando enfrenta o Santos, na Vila Belmiro.