Figueirense goleia Flamengo e vence pela primeira vez uma partida na Sul-Americana

Com direito a três gols marcados pelo atacante Rafael Moura, time comandado inteirinamente por Tuca Guimarães supera o adversário e leva boa vantagem para o jogo da volta na competição

Figueirense goleia Flamengo e vence pela primeira vez uma partida na Sul-Americana
Foto: Divulgação/Flamengo
Figueirense
4 2
Flamengo
Figueirense: Gatito Fernandéz; Ayrton, Werley, Marquinhos, Marquinhos Pedroso; Elicarlos, Jackson Caucaia, Ferrugem (Yago, min. 13/2ºT), Carlos Alberto (Elvis, min. 17/2ºT)); Lins, Rafael Moura.
Flamengo: Paulo Victor; Rodinei, Donatti, Juan, Chiquinho; Cuellar (Ronaldo, min. 16/2ºT), Willian Arão, Mancuello (Adryan, min. 16/2ºT), Alan Patrick; Marcelo Cirino e Guerrero.
Placar: 1-0, min. 09/1ºT - Rafael Moura, 1-1, min. 12/1ºT - Alan Patrick. 2-1, min. 17/1ºT - Marquinhos. 3-1, min. 26/1ºT - Rafael Moura. 4-1, min. 02/2ºT - Rafael Moura. 4-2, min. 30/2ºT - Marcelo Cirino.
ÁRBITRO: Daniel Fedorczuk (URU) - Advertidos: Rafael Moura (min. 10/1ºT), Juan (min. 21/1ºT), Cuéllar (min. 01/2ºT), Marquinhos (min. 20/2ºT), Ronaldo (min. 27/2ºT), Elvis (min. 29/2ºT).
INCIDENCIAS: Partida válida de ida válida pela 2ª fase da Copa Sul-Americana, jogada no estádio Orlando Scarpelli.

Na tarde desta quarta-feira (22), o Figueirense recebeu o Flamengo no Estádio Orlando Scarpelli, em partida de ida, válida pela segunda fase da Copa Sul-Americana. A equipe catarinense venceu o confronto por 4 a 2 e leva boa vantagem para o jogo da volta em Cariacica (ES), na próxima quarta-feira (31).

O resultado para o Figueirense, além de dar boas chances de avançar a próxima fase da competição, serve para aliviar a crise que paira no clube. A equipe que foi comandada inteirinamente nesta quarta-feira por Tuca Guimarães volta a campo no próximo domingo (28) contra o Santos, às 11h na Vila Belmiro, pelo Brasileirão.

A derrota para o Flamengo acende o sinal de alerta no setor defensivo que não se encontrou em campo e dá ao time de Zé Ricardo a missão de ter de vencer por dois gols de diferença para se classificar. O rubro-negro entra em campo novamente no próximo domingo, às 16h, na Arena Condá, contra a Chapecoense, pelo Campeonato Brasileiro.

Figueirense abre boa vantagem na primeira etapa

A partida começou equilibrada, com o Flamengo tentando buscar as ações ofensivas, porém com o Figueirense sendo mais efetivo no ataque, chegando a ter um gol de cabeça Rafael Moura de anulado aos 3 minutos. Melhores em campo, os donos da casa abriram o placar aos 9 minutos, após boa jogada de Lins e Ferrugem ajeitar para Rafael Moura bater no canto esquerdo, sem chances para o goleiro.

Rapidamente, o rubro-negro reagiu e empatou a partida, aos 12 minutos, após a zaga afastar mal o chute de Guerrero, a bola sobrou para Alan Patrick bater no canto esquerdo, indefensável para Gatito Fernández. O Figueirense não se abateu com o empate do Flamengo e aos 17 minutos, marcou o segundo gol, após cruzamento de Ayrton, o zagueiro Marquinhos subiu soberano para testar de cabeça, colando o figueira na frente.

Atrás no placar o time carioca tentou buscar o empate novamente, porém numa falha clamorosa do zagueiro Donatti, acabou sofrendo o terceiro gol, e foi um golaço, com Rafael Moura encobrindo o goleiro Paulo Victor, colocando 3 a 1 a favor do time da casa.

Com a vantagem no placar, o Figueira diminuiu o ritmo e recuou, chamando o Flamengo para o campo de ataque e buscando sair no contra-ataque. Precisando diminuir, o rubro-negro criou algumas oportunidades, porém não conseguiu diminuir o placar.

Figueira segura resultado e leva vantagem para o jogo da volta

Na etapa final, o time da casa rapidamente tratou de marcar mais um gol. Logo aos 2 minutos, Ayrton jogou na área e mais uma vez Rafael Moura desviou e Paulo Victor não teve força suficiente para evitar que a bola entrasse. Aproveitando-se da péssima atuação da defesa rubro-negra, o Figueirense atacava e criava bastante perigo.

Fazendo uma partida muito ruim, principalmente na parte defensiva e nas bolas alçadas a área, o time do Flamengo tentava se encontrar em campo

Muito mal defensivamente, principalmente nas bolas aéreas, o Flamengo tentava se encontrar em campo. O técnico Zé Ricardo promoveu alterações na equipe rubro-negra buscando uma mudança de postura da equipe. Com a vantagem de a 4 a 1 no placar, o Figueirense recuou, chamando o adversário para cima.

Aos poucos se encontrando ofensiva e principalmente defensivamente, o Flamengo começava dava sinais de melhora em campo e começava a ser mais incisivo no ataque, conseguindo até mesmo diminuir o marcador aos 30 minutos, após cruzamento de Alan Patrick e desvio de Juan, Marcelo Cirino sobe livre para marcar os segundo gol rubro-negro.

Na parte final do jogo, o Flamengo vinha tentando diminuir vantagem para o segundo jogo, utilizando muito as bolas paradas, porém a partida foi interrompida aos 40 minutos, devido a um dos refletores do estádio deixar de funcionar. Após cinco minutos de paralisação, a bola voltou a rolar, o rubro-negro ainda assustou, porém o Figueirense conseguiu segurar a vantagem, termiando a partida por 4 a 2.