Técnico Tuca Guimarães celebra atuação do Figueirense diante do Atlético-PR

Treinador parabenizou o plantel catarinense pelo bom rendimento na vitória por 1 a 0 diante do Atlético-PR

Técnico Tuca Guimarães celebra atuação do Figueirense diante do Atlético-PR
Foto: Divulgação / Figueirense

A vitória do Figueirense por 1 a 0 diante do Atlético-PR, no Orlando Scarpelli, na tarde desta quarta-feira (7), trouxe alívio para a torcida e, principalmente, para o comandante Tuca Guimarães, em decorrência das duas derrotas seguidas do clube - Fluminense (Brasileirão) e Flamengo (Sul-Americana). Ademais, o time catarinense termina a rodada do campeonato nacional fora da zona de rebaixamento; um motivo à mais para celebrar o triunfo de hoje.

De acordo com Tuca, o Figueirense apresentou desgaste físico em razão da sequência de jogos e viagens, mas nada que impedisse o time de exibir um bom futebol. O técnico também rasgou elogios a postura de seus comandados e deixou claro o prazer pessoal pela vitória: 

"Nossa equipe teve uma rodada que ninguém teve (jogo atrasado contra o Fluminense, pela 18ª rodada), teve desgaste e exerceu o que foi planejado. Eles foram fantásticos. A nossa defesa funcionou, pressionamos e tivemos posse também. Fizemos o gol na situação que eu tinha falado para eles, de apertar a saída e, eles compraram a ideia. Esse time dá orgulho, é muito gratificante esse resultado", celebrou o técnico.  

Questionado sobre ter recuado a equipe na etapa final, Tuca reconheceu a ação e, afirmou que a medida foi acionada para garantir o resultado construído e aproveitar o contra-ataque: "Eu com 1 a 0 não iria me arriscar em oferecer a transição para eles, eu precisava dos pontos e estava ganhando o jogo. Foi uma condição estratégica, diminuímos a pressão para tentar ter o controle do jogo". 

Tuca afirmou que irá fazer mudanças no plantel não somente pelo desgaste da sequência de partidas, mas, principalmente, para aproveitar a grande oferta de atletas que o time possui e, para passar confiança coletivamente: "O desgaste trás o desconforto, e temos um elenco para isso. Vou alternar não só os laterais, mas também outros setores. Temos um grupo. Se eu tenho peças para fazer isso, vou fazer. Como quem entra no decorrer do jogo ou quem começa, tem a minha confiança. Uma "partidaça" do Nirley; o Dodô foi muito bem também. Quando conceito coletivo funciona, a gente acaba tendo as peculiaridades individuais". 

De acordo com Guimarães, a efetivação de cargo técnico foi minimizado nas circunstâncias de implementação de sua forma de serviço: "Já tinha o respeito deles, o trabalho fluía, estou feliz. No contexto do trabalho não mudou, pouco lembrei disso". 

Com o resultado positivo, o Figueirense alcança os 27 pontos e ganha fôlego na Séria A do Brasileirão. O próximo compromisso dos catarinenses é no domingo (11), quando enfrenta o São Paulo, no Morumbi, à partir das 11h.