Marquinhos Santos valoriza empate contra o Coritiba: "No fim do campeonato pode ser o diferencial"

Resultado no geral agradou a todos do Figueirense, que agora precisa a qualquer custo bater o Palmeiras em casa, na próxima rodada

Marquinhos Santos valoriza empate contra o Coritiba: "No fim do campeonato pode ser o diferencial"
Foto: Luiz Fernando/Figueirense

Completando 107 anos de história, o Coritiba tentou no dia de seu aniversário fazer a festa em cima do Figueirense, mas isso ficou só na vontade, porque o jogo não saiu do 0 a 0. Poucas chances de gol foram criadas, mas essas poucas foram boas, e a melhor sendo do Figueirense, quando Ayrton cruzou a bola na área e o volante Josa subiu sozinho, mas ele não contava com o travessão. Por sua vez, o clube Coxa Branca chegou duas vezes as redes de Gatito, mas o árbitro Paulo César de Oliveira anulou ambos. Um ponto na conta de cada, e o Figueira segue na zona de rebaixamento, precisando de apenas um tropeço do Sport, além de fazer a sua parte é claro, para sair da tenebrosa zona do rebaixamento. 

Ao término da partida, na tradicional entrevista coletiva, o professor Marquinhos Santos aprovou o desempenho do Furacão do Estreito falando o seguinte: "Tivemos as oportunidades, jogamos na transição de defesa para o ataque, o time foi compacto. O time deu uma resposta muito positiva após a derrota para o Botafogo". Marquinhos também falou sobre chegar no momento decisivo da permanência do Alvinegro catarinense na série A.

"Nesse processo de trocar o pneu com o carro andando, passamos a conhecer melhor as características dos atletas. Quem entrou hoje e no decorrer da partida cumpriu muito bem as funções táticas". Para finalizar, o comandante do Figueira chamou a torcida para o estádio: "O time deu uma resposta muito positiva após a derrota para o Botafogo. Esses guerreiros têm agora oito decisões. Por isso, peço a presença do torcedor novamente. Temos que aproveitar o momento e chamar. Como me desculpei da derrota para o Botafogo, hoje o que foi visto foi um grupo que se entregou do primeiro ao último minuto para conquistar os três pontos. Peço a presença do torcedor para que, frente ao Palmeiras, tenhamos o alçapão do Figueira lotado e empurrando a equipe para a conquista dos três pontos".

Ele vem se destacando pelo Furacão na competição, e não foi diferente no empate frente ao Coxa; o goleiro Gatito Fernández, que certamente foi o principal responsável por garantir o 0 no placar, exaltou o ponto conquistado fora de casa: "Fora de casa é bom né, nós viemos de duas derrotas, queríamos a vitória, claro, mas não deu, um ponto sempre é importante". 

O Figueirense agora vai ter uma parada complicada na próxima rodada, e vai ser contra o atual líder do Brasileirão, o Palmeiras! A vitória é fundamental tratando sobre a fuga da zona de rebaixamento, além do mais que o Furacão está a dois pontos de sair dessa zona desconfortável, e também porque o seu adversário direto (Sport) vai jogar em casa. O jogo será no estádio Orlando Scarpelli e tem seu início marcado para as 17h