Zagueiro Wallace comunica saída e não é mais jogador do Flamengo

Em comunicado, o clube anunciou o desligamento do atleta do elenco de jogadores, após o jantar desta sexta-feira

Zagueiro Wallace comunica saída e não é mais jogador do Flamengo
(Foto: Ricardo Ramos / Getty Images)

Na noite desta sexta-feira (13), o Flamengo anunciou que o zagueiro Wallace não atuará mais pelo rubro-negro. O clube informou que jogador teria avisado a diretoria que não jogaria mais com a camisa rubro-negra, no entanto, em nota oficial, o atleta contesta a versão do clube, dizendo que pediu para ser emprestado apenas.

Desde o final de 2015, o zagueiro vinha sendo criticado pela torcida e as críticas se intensificaram durante as competições disputadas pelo clube neste ano. Wallace chegou a ser capitão da equipe rubro-negra, porém deixou a faixa para o experiente Juan, no último jogo do Flamengo contra o Fortaleza, pela Copa do Brasil.

Wallace chegou ao Flamengo em 2013, vindo do Corinthians, disputando 178 jogos e marcando sete gols pelo clube, além disso, o jogador conquistou com a camisa rubro-negra a Copa do Brasil 2013, a Taça Guanabara 2014 e o Campeonato Carioca 2014.

Sem Wallace no elenco, Muricy Ramalho chamou o jovem zagueiro Rafael Dumas para se integrar o elenco na concentração para partida contra o Sport, neste sábado (14), em Volta Redonda, pela 1ª rodada do Brasileirão. Para o setor, o treinador rubro-negro ainda tem as opções de César Martins e Léo Duarte.

Comunicado do Flamengo

"O jogador Wallace comunicou, após o jantar, que não atuará mais pelo Flamengo . O atleta deixou a concentração e retornou ao Rio."

Veja a Nota de Wallace

"Tenho profundo respeito e carinho pelo Clube de Regatas Flamengo! Nesse tempo que estou aqui posso ser acusado de tudo, menos de não ter me entregado de corpo e alma ao time.

Acontece que desde meados de outubro que nossa relação anda conturbada e tenho a sensação de que mais atrapalho do que ajudo. 

Sigo me empenhando, treinando forte e tentando fazer o melhor jogo, mas parece que não sou mais bem quisto por quem de fato é o dono do clube: a torcida. 

Para preservar justamente o investimento que o clube fez em mim, acho que o melhor para ambos é a minha saída. 

Obviamente que a pressão sobre mim e minha família está em um nível insuportável, expondo pessoas que amo a situações indesejáveis em enorme sequência e tudo isso me faz ter a certeza de que o melhor para ambos é que cada um siga seu melhor caminho.

Justamente por isso, pedi para que emprestassem sem custo a um grande clube do futebol brasileiro (que não precisa ser citado aqui, já que não é parte nessa relação).  Para que eu não exponha mais meus colegas de time cada vez que entro em campo e também para que consiga proteger as pessoas que me cercam.

Se dei a entender que não jogaria mais no Flamengo, eu me expressei mal e peço desculpas! Só pedi para que me emprestassem sem custo e com valor de transferência fixado a um grande clube do futebol brasileiro com meus salários sendo pagos pela outra agremiação, gerando assim também economia ao Flamengo.

E voltei ao Rio atendendo ao pedido da direção do clube."