Querendo evitar vexame, Flamengo busca virada contra Fortaleza pela Copa do Brasil

Sem poder contar com Muricy Ramalho a frente do time, Flamengo terá o comando de Jayme de Almeida, precisando vencer o Fortaleza para avançar na competição

Querendo evitar vexame, Flamengo busca virada contra Fortaleza pela Copa do Brasil
(Foto: Flamengo / Divulgação)
Flamengo
Fortaleza
Flamengo: Paulo Victor, Rodinei, Léo Duarte, Juan e Jorge; Cuéllar, Willian Arão, Mancuello e Everton; Emerson Sheik e Guerrero
Fortaleza: Ricardo Berna, Felipe, Edimar, Lima, William Simões; Dudu Cearense, Juliano, Pio, Jean Mota e Everton; Anselmo
ÁRBITRO: Diego Almeida Real (RS)
INCIDENCIAS: Partida de volta válida pela segunda fase da Copa do Brasil, a ser jogada no estádio Raulino de Oliveira.

Na noite desta quarta-feira (18), o Flamengo recebe o Fortaleza, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, na partida de volta válida pela segunda fase da Copa do Brasil. Para se classificar, o rubro-negro precisa de uma vitória pelo placar mínimo, enquanto para o time cearense um empate já basta para avançar. O vencedor deste confronto pega o vencedor de Bahia e América Mineiro.

Buscando evitar uma eliminação precoce na competição, o time carioca necessita vencer para não deixar uma crise se instalar no clube. O Flamengo não contará com a presença do técnico Muricy Ramalho, que foi internado devido a uma arritimia cardíca.

Com a vantagem de ter ganho o primeiro jogo por 2 a 1, a equipe do Fortaleza tem o regulamento a seu favor, a equipe treinado por Marquinhos Santos não tem desfalques e a força máxima disponível para a disputa pela vaga.

Na ausência de Muricy, Jayme assume o time

Apesar do embalo da vitória na estréia do Campeonato Brasileiro, sobre o Sport, por 1 a 0, o time do Flamengo ainda passa por desconfianças da torcida, devido aos fracassos na Primeira Liga e no Campeonato Estadual. A equipe que entra em campo nesta quarta-feira, deve ser a mesma que jogou no sábado pelo Brasileirão.

A única mudança na equipe rubro-negra é fora de campo, pois Muricy Ramalho, treinador da equipe, não poderá dirigir o time devido a um problema cardíaco e está internado no Hospital da Barra da Tijuca. Com isso, o auxíliar técnico permanente do clube, Jayme de Almeida, comanda o time contra o Fortaleza.

A situação desta partida para o Flamengo é muito parecida com a da fase anterior, quando também perdeu o jogo de ida, na casa do adversário, para o Confiança-SE, por 1 a 0 e posteriormente, no jogo de volta, venceu por 3 a 0, jogo este considerado o melhor da equipe rubro-negra neste ano.

“Vamos precisar repetir um pouco do futebol que mostramos naquela ocasião, pois o jogo terá uma desenho parecido, com o Fortaleza jogando por uma bola, esperando o nosso erro para chegar ao gol. Portanto, equilíbrio e tranquilidade precisarão estar ao nosso lado esta noite”, disse o goleiro Paulo Victor.

Força máxima para brigar pela vaga

Com a vantagem de poder empatar para conseguir avançar na Copa do Brasil, o time do Fortaleza, tem todos os jogadores a disposição do treinador Marquinhos Santos, que cobrou atitude de vitória de seus comandados para a partida decisiva contra o Flamengo.

A equipe tricolor vai poder repetir a mesma equipe que venceu o rubro-negro por 2 a 1 no jogo de ida, uma vez que Dudu Cearense e Everton, foram confirmados no time titular. Os jogadores não participaram das últiamas atividades e até aquele momento eram dúvidas para a partida, devido a dores musculares.

Devido ao resultado positivo no Castelão no primeiro jogo, o time do Fortaleza, deverá adotar para esta partida uma postura um pouco mais recuada, em relação ao último confronto, explorando os espaços dados pela equipe adversária nos contra-ataques.

“Temos que seguir para este jogo com a atitude que mostramos na partida de ida, como um time grande que é o Fortaleza e que entende que pode buscar essa classificação. Sabemos que nossa tarefa não vai ser das mais tranquilas, mas temos potencial para sonhar com coisas boas”, falou Marquinhos Santos.


Share on Facebook