Querendo evitar vexame, Flamengo busca virada contra Fortaleza pela Copa do Brasil

Sem poder contar com Muricy Ramalho a frente do time, Flamengo terá o comando de Jayme de Almeida, precisando vencer o Fortaleza para avançar na competição

Querendo evitar vexame, Flamengo busca virada contra Fortaleza pela Copa do Brasil
(Foto: Flamengo / Divulgação)
Flamengo
Fortaleza
Flamengo: Paulo Victor, Rodinei, Léo Duarte, Juan e Jorge; Cuéllar, Willian Arão, Mancuello e Everton; Emerson Sheik e Guerrero
Fortaleza: Ricardo Berna, Felipe, Edimar, Lima, William Simões; Dudu Cearense, Juliano, Pio, Jean Mota e Everton; Anselmo
ÁRBITRO: Diego Almeida Real (RS)
INCIDENCIAS: Partida de volta válida pela segunda fase da Copa do Brasil, a ser jogada no estádio Raulino de Oliveira.

Na noite desta quarta-feira (18), o Flamengo recebe o Fortaleza, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, na partida de volta válida pela segunda fase da Copa do Brasil. Para se classificar, o rubro-negro precisa de uma vitória pelo placar mínimo, enquanto para o time cearense um empate já basta para avançar. O vencedor deste confronto pega o vencedor de Bahia e América Mineiro.

Buscando evitar uma eliminação precoce na competição, o time carioca necessita vencer para não deixar uma crise se instalar no clube. O Flamengo não contará com a presença do técnico Muricy Ramalho, que foi internado devido a uma arritimia cardíca.

Com a vantagem de ter ganho o primeiro jogo por 2 a 1, a equipe do Fortaleza tem o regulamento a seu favor, a equipe treinado por Marquinhos Santos não tem desfalques e a força máxima disponível para a disputa pela vaga.

Na ausência de Muricy, Jayme assume o time

Apesar do embalo da vitória na estréia do Campeonato Brasileiro, sobre o Sport, por 1 a 0, o time do Flamengo ainda passa por desconfianças da torcida, devido aos fracassos na Primeira Liga e no Campeonato Estadual. A equipe que entra em campo nesta quarta-feira, deve ser a mesma que jogou no sábado pelo Brasileirão.

A única mudança na equipe rubro-negra é fora de campo, pois Muricy Ramalho, treinador da equipe, não poderá dirigir o time devido a um problema cardíaco e está internado no Hospital da Barra da Tijuca. Com isso, o auxíliar técnico permanente do clube, Jayme de Almeida, comanda o time contra o Fortaleza.

A situação desta partida para o Flamengo é muito parecida com a da fase anterior, quando também perdeu o jogo de ida, na casa do adversário, para o Confiança-SE, por 1 a 0 e posteriormente, no jogo de volta, venceu por 3 a 0, jogo este considerado o melhor da equipe rubro-negra neste ano.

“Vamos precisar repetir um pouco do futebol que mostramos naquela ocasião, pois o jogo terá uma desenho parecido, com o Fortaleza jogando por uma bola, esperando o nosso erro para chegar ao gol. Portanto, equilíbrio e tranquilidade precisarão estar ao nosso lado esta noite”, disse o goleiro Paulo Victor.

Força máxima para brigar pela vaga

Com a vantagem de poder empatar para conseguir avançar na Copa do Brasil, o time do Fortaleza, tem todos os jogadores a disposição do treinador Marquinhos Santos, que cobrou atitude de vitória de seus comandados para a partida decisiva contra o Flamengo.

A equipe tricolor vai poder repetir a mesma equipe que venceu o rubro-negro por 2 a 1 no jogo de ida, uma vez que Dudu Cearense e Everton, foram confirmados no time titular. Os jogadores não participaram das últiamas atividades e até aquele momento eram dúvidas para a partida, devido a dores musculares.

Devido ao resultado positivo no Castelão no primeiro jogo, o time do Fortaleza, deverá adotar para esta partida uma postura um pouco mais recuada, em relação ao último confronto, explorando os espaços dados pela equipe adversária nos contra-ataques.

“Temos que seguir para este jogo com a atitude que mostramos na partida de ida, como um time grande que é o Fortaleza e que entende que pode buscar essa classificação. Sabemos que nossa tarefa não vai ser das mais tranquilas, mas temos potencial para sonhar com coisas boas”, falou Marquinhos Santos.