A lenda José Neto: o maior técnico da história do FlaBasquete

Multicampeão, treinador do Flamengo é sério candidato a vaga de Ruben Magnano como treinador da seleção brasileira pós Jogos Olímpicos

A lenda José Neto: o maior técnico da história do FlaBasquete
José Neto comandando o Flamengo na edição 2016 da Ligas das Américas. Foto: Fiba Americas/Divulgação

Nascido em Itapetinga, José Alves do Santos Neto é o maior técnico brasileiro de basquete em atividade. Neto tem carreira na seleção brasileira de base, conquistou 4 títulos consecutivos do Novo Basquete Brasil além do inédito triunfo intercontinental deixando Flamengo, Barcelona e Real Madrid como únicos campeões do mundo no futebol e também no esporte da bola laranja.

Rubro-negro bate Bauru e se isola com o pentacampeonato do Novo Basquete Brasil

O começo como treinador foi gradual, crescendo sempre, galgando parametros, degrau a degrau. Primeiro veio seleção brasileira de base, depois Paulistano e Palmeiras, a aparição nacional comandando o Joinville e por fim o Flamengo. José Neto está pronto para alçar voos maiores na carreira de treinador principal, inclusive sonhar com o cargo da seleção brasileira duas vezes campeã do mundo, auxiliar que é do argentino Rubén Magnano.

Sempre polido e respeitando todos os adversários, Neto se transforma durante a partida. Se agita, as vezes passando dos limites com a arbitragem, joga junto e dá instruções cuidadosas a seus atletas em cada ataque e defesa, sempre auxiliado pelo fiel escudeiro Rodrigo.

O maior desafio de Neto sempre foi dar química a tantos jogadores estelares ao seu dispor no rubro-negro, tarefa que com maestria encaixou Nicolas Laprovittola, Benite, Marquinhos, Marcelinho Machado, Olivinha, Meyinsse, Herrmann, Rafa Luz, JP Batista, Rafael Mineiro só para ficar nos jogadores que teriam potencial para liderar qualquer equipe brasileira em pontuação ao longo dos torneios nacionais e na Liga das Américas. A cada conquista um atleta se sobressaia no momento derradeiro, tendo apenas Nicolas Laprovittola vencido por duas vezes o prêmio de melhor jogador em dois títulos diferentes.

Reformulação: Flamengo perde jogadores importantes para temporada 15/16

Alguns deslizes no caminho foram as eliminações doloridas na Liga das Américas em 2015 e 2016 mas o grupo soube se fechar para arrancar no campeonato local e conquistar os títulos meses adiante. Em 2016 foi ainda mais complicado por ter perdido muitos atletas de alto nível, Benite e Felício, por exemplo mas o treinador estava lá para manter o foco e ajudar mais uma vez o Flamengo a subir no lugar mais alto do pódio batendo Bauru na decisão.

Por todas as conquistas e por implantar uma filosofia de basquete coletivo, defesa forte e boas rotações José Neto merece um lugar especial na história do Clube de Regatas do Flamengo e quem sabe ser o novo técnico da seleção brasileira de basquete já que seu contrato no clube termina agora, ainda não foi renovado e Magnano pode deixar o posto vago pós Jogos Olímpicos.