Flamengo vence Cruzeiro no Mineirão com gol do estreante Réver

Zagueiro Réver, emprestado do Internacional, marca o único gol da partida, e Flamengo quebra tabu de 15 anos sem vencer o Cruzeiro no Mineirão

Flamengo vence Cruzeiro no Mineirão com gol do estreante Réver
Cruzeiro segue sem vencer em casa no Campeonato Brasileiro 2016 (Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro)
Cruzeiro
0 1
Flamengo
Cruzeiro: Fábio; Bruno Ramires, Fabrício Bruno, Bruno Rodrigo, Allano, Henrique, Ariel Cabral (min. 24, Mayke, 2ºT), Arrascaeta, Alex (min. 14, Willian, 2ºT), Alisson, Riascos (min. 28, Rafael Silva, 2ºT)
Flamengo: Alex Muralha; Rodinei, Réver, Rafael Vaz, Jorge, Márcio Araújo, Willian Arão, Everton (min. 23, Fernandinho, 2ºT), Alan Patrick (min. 29, Cuéllar, 2ºT), Marcelo Cirino, Felipe Vizeu (min. 39, Pará, 2ºT)
Placar: 0-1, min. 42, Réver.
ÁRBITRO: Árbitro: Raphael Claus (SP), auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho (SP), Rogerio Pablos Zanardo (SP) e Igor Júnio Benevenuto (MG).
INCIDENCIAS: Jogo válido pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro 2016, disputado no Estádio Mineirão, no dia 15 de junho, às 21h45min, para um público de 17.593 torcedores.

O Flamengo enfrentou o Cruzeiro, nessa quarta (15), no Mineirão, às 21h45min, pelo Campeonato Brasileiro, e conquistou a vitória pelo placar de 1 a 0 com gol do zagueiro estreante, Réver. Com o resultado, a equipe rubronegra soma 13 pontos e sobe para a sétima colocação, tendo a mesma pontuação do último colocado do G-4, Santos. Já o Cruzeiro cai para a 17º colocação, primeira da zona de rebaixamento, e pode acabar a rodada na 18º posição, caso o Atlético-MG vença o Internacional, no Beira Rio, nesta quinta (16), às 19h30min.

O Flamengo tentava esquecer as duas derrotas consecutivas para Palmeiras (2 a 1) e Figueirense (1 a 0) e o Cruzeiro vinha de uma vitória por 3 a 2 sobra o rival, Atlético-MG, na casa do adversário. Autor do único gol da partida, a novidade rubronegra para o confronto foi a estreia do zagueiro Réver, que está no Flamengo por empréstimo, vindo do Internacional. 

As equipes foram a campo com desfalques importantes. No lado do Cruzeiro, Lucas, Bryan e Lucas Romero cumpriram suspensão pelas expulsões no último jogo, contra o Galo, além de Élber, Robinho e Bruno Viana, que estão machucados. Já na equipe do Flamengo, as principais baixas foram Emerson Sheik e o goleiro Paulo Victor, que integram o departamento médico, e o atacante Paolo Guerrero, que está servindo a seleção do Peru na Copa América Centenário.

Na nona rodada, o Cruzeiro volta a campo contra o Grêmio, no próximo domingo (19), às 19h, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Já o Flamengo enfrenta o São Paulo, no mesmo dia, às 16h, no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Flamengo se impõe a Cruzeiro, e Réver marca em sua estreia

Nos primeiros 45 minutos de jogo, pouco foi visto em termos de criação por parte das duas equipes. Menos ainda pelo Cruzeiro, que não finalizou nenhuma vez com real perigo, contra tentativas pouco nocivas do Flamengo, com exceção do gol rubronegro.

O Cruzeiro começou a partida tentando manter a posse de bola, mas de maneira improdutiva. Em uma das poucas finalizações da equipe na etapa inicial, Arrascaeta cobrou falta com destino ao gol de Muralha, mas o zagueiro Réver, estreando pelo Flamengo, fez o corte. Aos 12 min, Réver também cabeceou após uma cobrança de falta, dessa vez contra o gol de Fábio, mas a bola foi para fora. Aos 22 min, Felipe Vizeu recebeu passe de Éverton, fez o giro e finalizou para fora, na primeira grande chance do jogo.

As equipes seguiam a partida sem assustar os goleiros, mas os rubronegros ainda conseguiam chegar mais ao gol de Fábio. Aos 25min, Marcelo Cirino avançou pela direita, cruzou na área para Everton, que finalizou de primeira, mas muito longe do gol. Mais ativo que a Raposa no jogo, o Flamengo abriu o placar, já no fim do primeiro tempo, aos 42min, com Réver. O zagueiro subiu mais que a zaga celeste, e fez o cabeceio na cobrança de escanteio de Alan Patrick, para marcar seu primeiro gol pelo time da Gávea, e já em sua estreia.

Cruzeiro faz um segundo tempo melhor, mas não consegue evitar derrota em casa

Na volta para a etapa final, o Cruzeiro continuava fazendo o mesmo do início do jogo: priorizando a posse de bola. Diferentemente da etapa inicial, a equipe de Paulo Bento conseguia avançar mais, levando mais pressão aos defensores do Flamengo. Aos 6min, Arrascaeta cruzou para o atacante Riascos, que finalizou para fora. Os rubronegros responderam com Marcelo Cirino, que se antecipou à zaga celeste para fazer o cabeceio no cruzamento de Alan Patrick.

Aos 21min, Alan Patrick cobrou falta, a bola passou por toda a grande área e parou na cabeça de Marcelo Cirino, que estufou as redes, mas foi flagrado em impedimento. Minutos depois, o atacante cruzeirense, Riascos, fez um passe infiltrado na área de Alex Muralha, para Bruno Ramires, que cruzou para a tentativa de finalização de Alisson, mas o goleiro rubronegro conseguiu afastar a bola.

Quando eram decorridos 31min, Mayke alçou a bola na área e o goleiro Muralha conseguiu espalmar. A bola bateu no defensor do Flamengo e voltou para a pequena área, mas Rafael Vaz conseguiu afastar o perigo. Na sequência do lance, Willian Arão deu um chute para o alto, e Allano, improvisado na lateral do Cruzeiro no lugar de Bryan, apartou a bola, que rebateu em Bruno Ramires e chegou ao alcance de Vizeu. O atacante não perdeu a chance e finalizou para o gol, demandando uma bela defesa de Fábio. O goleiro mandou a bola pela linha de fundo, e, na cobrança de escanteio, Réver ainda tentou ampliar o placar, exigindo mais uma vez de Fábio. Arrascaeta e Alisson ainda fizeram duas tentativas de fora da área, mas a equipe de Paulo Bento não conseguiu impedir o triunfo do Flamengo, no MIneirão, e segue sem conquistar uma vitória diante da torcida no Campeonato Brasileiro de 2016.