Cuéllar comemora possível volta ao time titular soltando palavrão involuntário em entrevista

Motivação do colombiano em seu retorno à titularidade foi no mínimo curiosa; ele afirmou que entrará em campo com uma gana mais forte que o normal

Cuéllar comemora possível volta ao time titular soltando palavrão involuntário em entrevista
Cuellar e Rodinei confraternizando durante jogo-treino na última terça-feira (16) (Foto:Gilvan de Souza/Flamengo)

São poucos meses no Brasil, pouco mais oito para ser mais exato. O suficiente para o meio-campista do FlamengoGustavo Cuéllar, se afeiçoar mais ao português e, sem querer, cometer gafe em entrevista coletiva, nesta quinta-feira (18), no Ninho do Urubu.

Enquanto comentava seu momento à equipe, um turno inteiro sendo opção no banco (lesionou-se contra o Grêmio na segunda rodada), Cuéllar soltou um palavrão durante a resposta, gerando surpresa dos presentes. "Não sei se vou jogar, tem que esperar a preleção para saber e ir como uma gana do cara... Mas estou trabalhando em todos os treinos para ter uma oportunidade", afirmou o tímido jogador, sem ter noção do impacto que havia acabado de falar.

Ele completou ainda na resposta dizendo estar sempre à disposição, ainda sem saber se vai comçar jogando: "Estou sempre à disposição do técnico, seja no início, entrando ou no final do jogo. Sempre entro com disposição de ajudar o time. Se tiver a oportunidade de voltar, vou tratar de fazer o melhor para ganhar um espaço no time que está jogando muito bem".

Assim que Zé Ricardo assumiu o comando, os reforços estrangeiros foram parar no banco e de lá poucos saíram, pois o time encaixou com os 11 jogadores titulares. Questionado sobre o assunto, o camisa 26 não se mostrou feliz com a reserva. "Nenhum jogador gosta de ser reserva, mas é normal no futebol. Normal que o jogador fique puto, mas o time estava jogando bem, assumiu a liderança. É algo normal que acontece no futebol. Sou jovem e tenho que treinar para estar pronto em qualquer oportunidade", desconversou o colombiano.

O atleta também foi abordado a possível estreia de Diego pelo rubro-negro no próximo domingo (21) contra o Grêmio, já que o novo camisa 35 treinou entre os titulares."Ainda não sei se ele vai estrear ou se eu vou jogar, mas o Diego, na minha primeira impressão, é uma grande pessoa. Como futebolista, não tenho dúvida nenhuma sobre ele pelo que mostrou na Europa. E no Flamengo também vai demonstrar que a qualidade dele é muito grande", findou.