Após classificação, Zé Ricardo faz desabafo e exalta Fernandinho: "É um cara que trabalha muito"

Flamengo vence Figueirense e consegue reverter desvantagem para avançar às oitavas da Copa Sul-Americana

Após classificação, Zé Ricardo faz desabafo e exalta Fernandinho: "É um cara que trabalha muito"
(Foto: Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

A entrevista coletiva de Zé Ricardo após a classificação do Flamengo para as oitavas de final da Copa Sul-Americana foi em tom de desabafo. Após perder o primeiro jogo por 4 a 2 para o Figueirense, o Rubro-Negro conseguiu reverter a desvantagem, vencendo por 3 a 1, garantindo a vaga para às oitavas de final. Agora, os cariocas enfrentam o vencedor de Real Garcilaso-PER x Palestino-CHI.

"Antes desse jogo, escutamos algumas colocações de forma irresponsável de que não estávamos valorizando a competição. Ouvi também que não estávamos valorizando a equipe do Figueirense, um absurdo maior ainda. E o absurdo maior é que estávamos escalando jogadores por imposição da direção. Se a gente não tivesse poupado os jogadores, não teria dado certo contra a Chapecoense. Fizemos um planejamento, esse resultado é mérito de todo o departamento de futebol. Se passa o Real Garcilaso, vamos ter que ir para Cusco, a 3800 metros de atitude", comentou Zé.

Os números não estavam a favor do time da Gávea antes da partida, mas o técnico fez questão de frizar a importância do resultado conquistado em Cariacica-ES.

"Se não me engano, é apenas a terceira partida que a gente vira esse ano. Viramos contra o Bangu, Ponte Preta e agora esse jogo. Equilíbrio é ter a capacidade de ir ao extremo sem entrar nesse extremos. A palavra de ordem era ter equilíbrio. Depois da expulsão, pelo fato de estar com um a mais, talvez tenha tirado um pouco disso [do equilíbrio]. Mas entenderam isso no intervalo. Feliz porque deu certo, porque a gente planejou. O grupo acreditou na proposta", comentou.

O treinador ainda lembrou do atacante Marcelo Cirino, que foi cortado por conta de uma lesão, mas acabou sendo fundamental para o resultado final. "Ele fez aquele gol [nos 4 a 2] num momento muito complicado daquela partida. Conversei com ele antes do jogo, disse que o retirava deste jogo por opção tática. Mas aquele gol que nos manteve vivo nessa disputa", disse o treinador do Flamengo.

Autor do gol da classificação, Fernandinho ainda sofre com as desconfianças do torcedor do Flamengo. Zé Ricardo, no entanto, fez questão de defender seu comandado e frisar sua relevância dentro do elenco.

"Fernando vem muito bem, deu passe para o gol do Mancuello contra o Atlético-PR. É um cara que trabalha muito, muito mesmo. Tem drible curto da direta e da esquerda. A gente precisa de jogadores assim. Foi uma coincidência sair o primeiro gol dele hoje. Fico feliz por ele. Ele falava disso há muito tempo. De uma forma natural, a gente treinou isso, fixamos ele pela esquerda. Sobre a torcida, a gente entende, cada um tem a sua preferência, respeito as opiniões. Tenho que me preocupar em organizar a equipe. Mais uma vez deu certo", declarou.

O treinador ainda ressaltou a atmosfera que os rubro-negros fizeram no Estádio Kleber Andrade: "É o Maracanã capixaba, a gente fica feliz. É a quinta vez que venho jogar aqui e somos sempre muito bem recebidos. As pessoas têm carinho imenso. Conseguimos manter os 100% de aproveitamento que é uma coincidência bem positiva", concluiu.