Flamengo enfrenta Ponte Preta buscando encostar na liderança do Brasileirão

Com três pontos a menos que o líder Palmeiras, o Rubro-negro vai atrás da vitória diante da Macaca e torce por um tropeço do rival paulista para se aproximar da liderança

Flamengo enfrenta Ponte Preta buscando encostar na liderança do Brasileirão
(Foto: Flamengo / Divulgação)
Flamengo
Ponte Preta
Flamengo: Alex Muralha, Pará, Réver, Rafael Vaz e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão, Diego, Gabriel e Everton; Leandro Damião
Ponte Preta: Aranha, Nino Paraíba, Douglas Grolli, Fábio Ferreira e Reinaldo; João Vitor, Wendel e Abuda (Thiago Galhardo); Rhayner, Roger e Clayson
ÁRBITRO: Francisco Carlos do Nascimento (AL)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, a ser realizada do Estádio Kleber Andrade

Embalado pela classificação na Sul-Americana, o Flamengo recebe a Ponte Preta, na noite desta quarta-feira (7), às 21h45, no estádio Kleber Andrade em Cariacica (ES), em partida válida pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Ocupando a vice-liderança do Brasileirão, com 40 pontos, o Rubro-negro está na cola do líder Palmeiras, que tem três pontos a mais. A equipe carioca vem lidando com a empolgação da torcida sentindo "cheirinho de Hepta" sobre um possível título nacional, no entanto, o técnico Zé Ricardo quer evitar o clima de favoritismo.

Em 7º lugar na tabela de classificação e somando 34 pontos, a Macaca mira o G4 do Campeonato Brasileiro, a equipe do interior paulista está três pontos trás do 4º colocado Corinthians. Para o confronto contra o Flamengo, o time comandado pelo técnico Eduardo Batista quer que seus comandados não repitam os mesmos erros do confronto no primeiro turno.

Flamengo em clima de decisão contra a Ponte

Após conseguir a classificação à próxima fase da Copa Sul-Americana, diante do Figueirense, o Flamengo volta suas atenções agora ao Brasileirão. O técnico rubro-negro Zé Ricardo aproveitou o final de semana sem jogos para fazer trabalhos técnicos e táticos para preparar a equipe contra a Ponte Preta.

Durante os treinos, o comandante fez mistério sobre a equipe que entrará em campo, porém a expectativa é de que o treinador repita o mesmo time que venceu por 3 a 1 o Figueira. A única certeza é de que o atacante Paolo Guerrero está fora da partida, pois está com a Seleção Peruana, disputando as Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 na Rússia.

O atacante Felipe Vizeu, que disputou amistosos pela Seleção Brasileira sub-20, retornou a equipe e deverá ficar no banco de reservas como opção para Zé Ricardo. Com a ausência de Guerrero, Leandro Damião segue no comando de ataque, ao lado de Éverton e Gabriel pelas pontas do campo.

"Não existe isso de favoritismo. A Ponte Preta vem fazendo uma grande campanha e está brigando por objetivos importantes. Portanto, vai fazer de tudo para conseguir somar pontos contra o Flamengo. Vamos precisar entrar neste jogo com toda a atenção do mundo e o tratando como de fato ele é, ou seja, como uma importante decisão", disse o goleiro Alex Muralha.

Macaca quer pontuar contra o Flamengo

Com o bom momento no Campeonato Brasileiro, a Ponte Preta almeja posições mais altas na tabela. Devido a vitória sobre o Corinthians na última rodada, a equipe do técnico Eduardo Batista vai embalada para o confronto diante no Flamengo.

Para a partida, o comandante da Macaca tem apenas uma dúvida na equipe titular. O meia Thiago Galhardo, com dores na coxa pode não ser escalado no onze inicial ponte-pretano. Caso isso aconteça, a expectativa é de que o volante Abuda comece jogando, colocando a equipe num sistema tático com três volantes reforçando a marcação.

Caso jogue com três jogadores fechando o meio-campo, a expectativa é de ter uma Ponte Preta jogando no contra-ataque, tentando evitar a pressão rubro-negra nos primeiros minutos, fechando os espaços e jogando nos erros do time carioca.

"O Flamengo vem para este jogo pensando em nos pressionar desde os primeiros minutos e não podemos cair no jogo deles e ficarmos acuados. Vamos precisar fechar todos os espaços e impedir que os pontos fortes do nosso adversário apareçam. Mas também teremos que jogar quando tivermos a posse de bola, pois uma vitória nesta partida pode representar muito em termos de tabela de classificação", falou o técnico da Ponte Preta.