Guerrero se desentende com Lugano e acusa o uruguaio de cotovelada: "Tentou me tirar do jogo"

Atacante afirma que o zagueiro acertou uma cotovelada no seu rosto e pede mais atenção dos árbitros

Guerrero se desentende com Lugano e acusa o uruguaio de cotovelada: "Tentou me tirar do jogo"
Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

O centroavante Rubro Negro e o zagueiro São Paulino se desentenderam ao decorrer da partida entre São Paulo x Flamengo. Em uma disputa de bola na linha de fundo, logo na primeira etapa da partida, Guerrero ficou inconformado após uma cotovelada do Lugano, porém, o árbitro Sandro Meira Ricci não marcou falta no lance e seguiu a partida.

O jogador do Flamengo seguiu indignado mesmo após o encerramento da partida: “Quem tem que falar são vocês (jornalistas), que analisam. Podem ver na repetição que ele me deu uma cotovelada. Não vou falar nada a respeito, mas acho que os juízes têm que estar um pouco mais de olho. Este tipo de coisa não pode acontecer no jogo. Foi fora da bola, mas isso eu deixo para vocês” – disse.

O lance ainda rendeu muitas discussões entre os dois jogadores ao longo da partida, por pouco não terminou em briga. Guerrero afirmou que a intenção do zagueiro São Paulino era tirar a sua concentração na partida: “Ele falou que eu fico ‘enchendo’ o saco e quis brigar comigo. Aí eu falei: “Então vamos brigar depois do jogo”, mas tinha que me concentrar. Ele tentou me tirar do jogo, mas eu não caio nessa provocação. Meus companheiros acharam que eu cairia, mas eu estava tranqüilo” – concluiu o peruano.

Lugano e Guerrero já haviam se desentendido uma vez, na Copa América de 2011, na partida entre Uruguai e Peru. Perguntado sobre o acontecimento na partida contra o Flamengo, Lugano fez questão de lembrar que essa discussão é um caso antigo: “Não. Não vou falar, porque é um tema velho, de mais de 10 anos” – concluiu o zagueiro uruguaio.