Willian Arão e Diego comentam sobre polêmica decisão da arbitragem

Jogadores afirmaram que decisão do árbitro foi correta; Arão comenta que banco de reservas avisou sobre irregularidade

Willian Arão e Diego comentam sobre polêmica decisão da arbitragem
(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

O polêmico Fla-Flu não acabou após o apito final. Repercutindo a vitória por 2 a 1 no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, Willian Arão e Diego comentaram sobre o lance do impedimento no segundo gol tricolor, que foi anulado após muita reclamação rubro-negra.

Ainda no gramado, Diego comentou sobre a vitória e que não sabe se a informação do impedimento veio de fora. "Não sei exatamente através de qual informação o juiz chegou a essa conclusão, estava jogando. Voltamos com força total na disputa pelo título, jogo difícil, clássico. Uma vitória nos dá muita confiança", afirmou.

O meia ainda completou, reforçando que, apesar de ser um lance difícil, o bandeirinha já havia acertado na marcação: "Poucas vezes, mas aconteceu. É difícil para a arbitragem, muito rápido o lance. Não queria estar na pele deles. A gente procura respeitar, mas todo mundo tem um interesse. Acho que a decisão foi correta. Assim como meus companheiros, não tenho esse acesso a informação. Nós vimos que a primeira decisão do bandeira foi clara em relação ao impedimento, depois da pressão voltaram atrás. Juiz não tem auxílio de câmera, é muito complicado e eles têm que tomar uma decisão. Nós temos que respeitar. No final, foi a decisão correta, mas é lógico, confusa. Faz parte da profissão".

Diego não falou apenas sobre a arbitragem. O jogador aproveitou para dar suas impressões sobre o clássico: "A gente procura movimentação, ajudar um ao outro. Em alguns momentos conseguimos e outros não. Enfrentamos uma equipe de muita qualidade que troca de posição e confunde bastante. Soubemos sofrer, batalhar juntos e fizemos no geral um bom jogo, tanto que conquistamos os três pontos".

Já pensando no próximo confronto, Diego afirmou que a atenção do Flamengo é grande contra o Internacional. "Fluminense faz parte do passado, agora é Internacional. Jogo muito difícil e uma vitória depois de um clássico nos deixa mais confiante, no caminho certo. Agora é dedicação total e vamos colher os frutos que nós temos plantado", falou o camisa 35.

Willian Arão foi um dos que mais reclamou do lance de impedimento no gol do Fluminense e explicou que, mesmo sem ser o capitão, foi lutar pela marcação correta do juiz. "Sinto que, independente de quem é capitão ou não, que todos têm que ser líderes. Pensando no time, na maneira correta. Falei com o árbitro, sempre converso dentro de campo. Estava mais próximo dele e falei para poder ajudar a equipe", comentou. "Foi estranho que ele deu impedimento primeiro, voltou atrás. Tem que ressaltar a coragem do árbitro, do assistente. De fato, reconheceram que validar o gol estava errado. (A informação) veio do banco, a gente não sabia", completou.