Sonhando com título, Flamengo faz clássico contra Botafogo no Maracanã

Clássico no Maracanã terá casa cheia

Sonhando com título, Flamengo faz clássico contra Botafogo no Maracanã
Foto: Gilvan de Souza / Flamengo
Flamengo
Botafogo
Flamengo: Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz, Jorge; Márcio Araújo, Arão, Diego; Gabriel, Fernandinho, Guerrero. Técnico: Zé Ricardo
Botafogo: Sidão, Alemão, Carli, Emerson, Victor Luís; Airton, Bruno Silva, Rodrigo Lindoso, Camilo; Neilton, Rodrigo Pimpão. Técnico: Jair Ventura.
ÁRBITRO: Kleber Lucio Gil (SC)
INCIDENCIAS: Jogo válido pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida será realizada no Maracanã.

Um sonha com o título e o outro luta para consolidar sua vaga na Libertadores. Esse é o cenário do clássico entre Flamengo e Botafogo, que se enfrentarão neste sábado (5) às 17h, no Maracanã, válido pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. O rubro-negro é o vice-líder, com 62 pontos, e o Glorioso está em quinto, com 54 pontos.

O duelo será marcado por uma novidade. Pela primeira vez após a Copa do Mundo, o Maracanã terá o serviço de narração audiodescritiva. Ela, além de realizar a narração da partida, busca informar detalhes como a torcida, a estrutura do estádio, reservas, árbitros, etc. Será transmitida via rádio, pela 88,7 FM. A iniciativa é da ONG Urece Esporte e Cultura, que recebe apoio do programa Football for Hope da FIFA.

Flamengo terá casa cheia, mais uma vez

Se depender da torcida rubro-negra, o clássico será um espetáculo. Foram vendidos os 39 mil ingressos distribuídos para a torcida do time mandante. Como reciprocidade em relação ao primeiro turno, o Flamengo destinou dez por cento (cerca de seis mil) dos ingressos aos torcedores do Botafogo.

Sem ganhar há três jogos, o vice-líder do campeonato terá que encerrar o jejum no clássico para continuar sonhando pelo título. O último jogo foi o empate por 2 a 2 contra o Atlético-MG fora de casa. Agora o clube está a cinco pontos do Palmeiras, mas a esperança de título segue viva. O atacante Paolo Guerrero disse ter esperança de ganhar os últimos cinco jogos para buscar o título. 

Zé Ricardo promete time com variações e aposta em Guerrero

Com Mancuello e Everton lesionados, Zé Ricardo aposta no poder de fogo de Paolo Guerrero para suprir as ausências. O treinamento de sexta, como de costume, foi fechado para a imprensa, mas o técnico deve manter o time que empatou com o Atlético-MG.

O treinador também falou sobre os pontos fortes do adversário deste sábado: “O Botafogo é um time muito competitivo. Já vinha assim com Ricardo Gomes, na troca com Jair Ventura mostrou a continuidade desse trabalho e fortaleceu em alguns aspectos, principalmente na marcação. Vamos encontrar dificuldades como em todas as partidas, mas traçamos estratégias para fugir dos pontos fortes do Botafogo. O grupo treinou muito bem essa semana, está muito motivado. É uma oportunidade de ouro, precisamos dos três pontos e vamos atrás disso”.

Botafogo quer mais do que força máxima no clássico

Os jogadores botafoguenses terão um motivo a mais para ganhar o confronto. Trata-se de uma premiação de 200 mil reais para o elenco no caso de um triunfo alvinegro. O goleiro Sidão, entretanto, diz que não fará diferença na motivação dos jogadores: “Todos gostamos. Mas não vamos correr a mais por conta disso e sim porque ganhar pode nos colocar muito perto da Libertadores”.

Jair Ventura reserva surpresas para o confronto; Diogo Barbosa pode ser titular

O técnico do Glorioso disse ter uma estratégia para surpreender a todos no confronto. Há chances de o time jogar com três volantes ou com três atacantes. O próprio Jair confirmou em entrevista a possibilidade. Há a possibilidade de escalação do ala Diogo Barbosa, que se recuperou rapidamente de uma lesão no joelho. O jogador vinha sendo escalado no meio-campo.

O treinador  abordou na coletiva a marcação sobre o camisa 10 do Flamengo. Não haverá nenhuma marcação especial em Diego.

“Não trabalho com marcação individual, fazemos por zona. O Diego é um jogador diferencial. A equipe do Flamengo é muito boa, temos que estar atentos a todos. É um time bem ofensivo, bem armado. Eles têm muitas possibilidades de atacantes de ponta. Isso é bom para o treinador, quando tem muitas opções. Tem várias coisas boas, mas vamos deixar isso internamente”, disse.