Zé Ricardo mantém confiança no título do Brasileirão: "Não podemos jogar por terra"

Treinador afirmou que clube vai continuar buscando a conquista enquanto houver possibilidades matemáticas

Zé Ricardo mantém confiança no título do Brasileirão: "Não podemos jogar por terra"
Flamengo vai ao Mineirão ainda acreditando (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Findada a preparação para enfretar o América-MG pela 35ª rodada no Campeonato Brasileiro, o técnico do Flamengo, Zé Ricardo, deu entrevista coletiva após o treino de véspera para comentar alterações, desfalques e ainda a possibilidade de conquistar o título em 2016.

Tendo sete pontos a menos do que o líder Palmeiras, o rubro-negro ocupa a 3ª posição e ainda sonha com a conquista, de acordo com seu treinador. "Temos quatro jogos para conseguir maior número de pontos possíveis, começando por amanhã, e se os resultados quiserem, continuaremos brigando pelo título nacional. Sabemos que os resultados complicaram, mas enquanto houver possibilidade matemática, temos que lutar até o final por obrigação. Porque estamos fazendo um campanha em um nível bom, não podemos jogar por terra", declarou um esperançoso Zé. 

Adversário da rodada no Mineirão, o América Mineiro teve sua situação analisada pelo comandante: A equipe vem em uma crescente na competição. A situação deles é complicada, mas tem feito um final de competição em que todos os jogos coloca os adversários em dificuldade. Então, serve para deixar a gente em alerta. E nosso grupo sempre respeitou adversários e, desta forma, a gente vem construindo a competição jogo a jogo".

Cheio de desfalques, como Muralha na seleção, o Fla vai a Minas Gerais com um novo-velho titular ocupando o gol: Paulo Victor. Zé Ricardo também abordou o assunto. É um jogador muito identificado com o clube. Por questões óbvias do início da competição, ele acabou ficando fora por contusão e, no retorno, o Alex (Muralha) vivia um momento muito bom. O que mais me deixa feliz e satisfeito, é saber que ele está preparado. Continua treinando. Logicamente chateado, atleta do nível dele quer estar jogando", disse.