Flamengo e Maracanã: em 2017, Rubro-Negro mantém invencibilidade no templo do futebol

Considerado o "templo do futebol", Maracanã será palco da final da Copa do Brasil nesta quinta (07); relembre a campanha invicta do Flamengo no estádio em 2017

Flamengo e Maracanã: em 2017, Rubro-Negro mantém invencibilidade no templo do futebol
(Foto: Rodrigo Rodrigues/Editoria de Arte VAVEL Brasil)

Apesar de ter disputado a maioria de seus jogos na Ilha do Urubu, o Flamengo também chamou um famoso estádio de 'casa' em 2017 - o Maracanã. No "templo do futebol", o Rubro-Negro disputou competições como o Campeonato Carioca, a Libertadores e o Campeonato Brasileiro; nesta quinta-feira (07), o estádio recebe a grande final da Copa do Brasil entre Flamengo e Cruzeiro.

Às vésperas da grande decisão do torneio nacional, a VAVEL Brasil decidiu traçar o retrospecto e relembrar a campanha invicta do Flamengo no Maracanã em 2017. Confira abaixo:

Flamengo se dá bem em clássicos e ergue a taça do Carioca no Maracanã

Na estreia do Flamengo no Maracanã em 2017, nem derrota e nem vitória, mas resultado negativo - na semifinal da Taça Rio, o adversário foi o Vasco, que jogava pelo empate. No fim da partida, o empate em 0 a 0 eliminou o Rubro-Negro do torneio; apesar do fracasso, o Flamengo já estava nas semifinais do Campeonato Carioca por ter feito a melhor campanha.

Nas semifinais, a situação foi diferente: a torcida presente no Maracanã debaixo de chuva viu Guerrero decidir com dois gols e classificar o Flamengo para final estadual ao vencer o Botafogo por 2 a 1; Sassá, que ainda estava no Glorioso, descontou para os alvinegros.

Flamengo sagrou-se campeão carioca no Maracanã em cima do rival Fluminense (Foto: Yauyoshi Chiba/AFP/Getty Images)
Flamengo sagrou-se campeão carioca no Maracanã em cima do rival Fluminense (Foto: Yauyoshi Chiba/AFP/Getty Images)

Na grande final do Carioca, o adversário do Rubro-Negro era o Fluminense, seu rival mais antigo. No jogo de ida, o Flamengo venceu com um presentão tricolor - após falha de Renato Chaves, Everton bateu no ângulo e deu à vitória ao Urubu, garantindo a vantagem para o jogo de volta da decisão.

Henrique Dourado ameaçou o título rubro-negro ao abrir o placar para o Tricolor e deixa tudo igual no agregado; no entanto, o Maracanã tomado por flamenguistas foi aos prantos aos 39 da segunda etapa, quando Paolo Guerrero estufou as redes de Diego Cavalieri e empatou a partida. Após expulsão do goleiro tricolor, Orejuela foi para o gol e Rodinei sacramentou a festa do Flamengo com um gol no último lance da partida.

Rubro-Negro mantém 100% no Maracanã, mas é eliminado na Libertadores

Antes da sofrida eliminação na Libertadores, o Flamengo fazia uma campanha de luxo no Maracanã - em três confrontos disputados no estádio, foram três vitórias. A campanha no torneio continental foi marcada pelo bom desempenho em casa e o incondicional apoio da torcida rubro-negra no templo do futebol.

Cerca de 53 mil torcedores fizeram um espetáculo à parte na estreia do Flamengo no torneio - contra o San Lorenzo, algoz da eliminação, um mosaico trazia os dizeres "Isso aqui é Flamengo!" DiegoTrauco, Rômulo e Gabriel marcaram os gols do passeio rubro-negro sobre os argentinos, que terminou 4 a 0 para os cariocas.

Torcida do Flamengo marcou presença no Maracanã durante campanha na Libertadores (Foto: Alexandre Loureiro/Getty Images)
Torcida do Flamengo marcou presença no Maracanã durante campanha na Libertadores (Foto: Alexandre Loureiro/Getty Images)

Ao receber o Atlético-PR, a vitória foi mais modesta - no Maracanã, o Flamengo superou o Furacão pelo placar de 2 a 1. Com direito a mosaico 3D relembrando o gol de Zico no título da Libertadores de 1981, a equipe carioca encaminhou o triunfo com gols de Guerrero e Diego nos primeiros minutos. Nikão ainda descontou para os visitantes, mas não foi o bastante para abalar o aproveitamento do Flamengo em casa.

Na quinta rodada da fase de grupos, o Flamengo enfrentou o Universidad Católica e venceu novamente em casa, desta vez por 3 a 1. Com mais de 60 mil torcedores no Maracanã, a estrela da noite foi Guerrero, que abriu o placar. Rodinei e Trauco também marcaram; Santiago diminuiu para a Católica.

A campanha rubro-negra teve um precoce fim após a derrota para o San Lorenzo no Nuevo Gasómetro. Apesar de tudo, o fator Maracanã foi essencial no desempenho do Flamengo em casa.

Dois jogos e dois empates: o Campeonato Brasileiro do Flamengo no Maracanã

Ainda sem a regularização da Ilha do Urubu, o Flamengo mandou os dois primeiros jogos do Campeonato Brasileiro no Maracanã. O primeiro foi o empate por 1 a 1 com o Atlético-MG; na segunda rodada, o Rubro-Negro reencontrou o rival Fluminense, empatando por 2 a 2.

A partida contra o Atlético-MG marcou a estreia do jovem Vinícius Júnior pela equipe profissional. Apesar da expectativa em torno de sua estreia, o jogador de 17 anos teve uma participação discreta no jogo. Matheus Sávio abriu o placar para o Flamengo, mas Elias garantiu o empate ao Galo poucos minutos depois.

Vinícius Jr fez sua estreia profissional no Maracanã, contra o Atlético-MG (Foto: Buda Mendes/Getty Images)
Vinícius Jr fez sua estreia profissional no Maracanã, contra o Atlético-MG (Foto: Buda Mendes/Getty Images)

Enfrentando o Fluminense como visitante, o Flamengo foi até ao Maracanã e arrancou um empate por 2 a 2: Diego e Trauco, no último minuto, fizeram os gols do Rubro-Negro; do outro lado, Wendel e Henrique Dourado marcaram pelo Tricolor. Na ocasião, quase 40 mil torcedores estiveram presentes no estádio para acompanhar mais um emocionante capítulo na história do Fla-Flu.

Copa do Brasil

Pelas oitavas de final da Copa do Brasil, o primeiro jogo do Flamengo no torneio, o clube carioca empatou em um amargo 0 a 0 com o Atlético-GO. Sem grandes emoções - e sem o time titular em campo - o confronto não conseguiu abalar a campanha invicta do Urubu no Maracanã. 

No retorno ao templo do futebol, já pelas semifinais, o Flamengo conseguiu se classificar à final diante do rival Botafogo. Com um drible sensacional em cima de Victor Luís, Berrío encaixou para Diego, que chutou de primeira e estufou as redes - o meia marcou o único gol da vitória rubro-negra por 1 a 0.

Rodinei e Diego comemoram classificação à final da Copa do Brasil no gramado do Maracanã (Foto: Buda Mendes/Getty Images)
Rodinei e Diego comemoram classificação à final da Copa do Brasil no gramado do Maracanã (Foto: Buda Mendes/Getty Images)

Para a grande final da Copa do Brasil, o Flamengo conta com o fator Maracanã para fazer a diferença. O Rubro-Negro entra em campo nesta quinta-feira (07), às 21h45, para enfrentar o Cruzeiro no torneio nacional.