Caso Hernane: Fifa dá vitória ao Flamengo em processo contra o Al-Nassr

Processo vem se desenrolando na entidade desde 2014; árabes ainda não pagaram os 3 milhões de euros e podem ser unido com multa, perda de pontos, rebaixamento e exclusão do campeonato nacional

Caso Hernane: Fifa dá vitória ao Flamengo em processo contra o Al-Nassr
Foto: Vanderlei Almeida/AFP via Getty

Na manhã desta sexta-feira (15), a Fifa condenou o Al Nassr, clube da Arábia Saudita, no caso da venda do atacante Hernane "Brocador", ex-jogador do Flamengo. O Rubro-Negro exige o pagamento de 3 milhões de euros (aproximadamente R$11 milhões), que deveriam ter sido transferidos ao clube carioca no decorrer da transação. O processo vem se desenrolando na entidade desde 2014.

A Fifa condenou o clube a pagar impreterivelmente até o dia 28 de setembro o valor total da transação. Caso o pagamento não seja realizado, o Al Nassr pode ser punido com multa, perda de pontos, rebaixamento e exclusão do campeonato nacional.

A decisão da Fifa foi anunciada pelo próprio Flamengo em suas redes sociais. "Fala, Nação! O bom dia de hoje vem com uma notícia: a Fifa condenou o Al Nassr a pagar impreterivelmente até o dia 28 de setembro o valor de 3 milhões de euros relativos à compra do atacante Hernane", foi a mensagem postada pelo clube.

Hernane atuou pelo Flamengo nos anos de 2013 e 2014. Em 2013, o Brocador foi uma das principais peças no elenco do Rubro-Negro - com 37 gols no ano, o atacante foi artilheiro da Copa do Brasil, do Campeonato Brasileiro, do Maracanã e da temporada no futebol nacional.