Em busca de reabilitação, Flamengo enfrenta Fluminense que tenta se afastar do Z-4

Fla quer aproveitar clássico para se recuperar no Brasileirão e continuar próximo do G-6. Tricolor não vence há cinco rodadas e precisa da vitória para não correr risco de entrar na zona do rebaixamento

Em busca de reabilitação, Flamengo enfrenta Fluminense que tenta se afastar do Z-4
(Foto: Nelson Perez/Fluminense FC)
Flamengo
Fluminense
Flamengo: Diego Alves; Pará, Réver, Rhodolfo e Renê; Márcio Araújo, Willian Arão e Éverton Ribeiro; Berrío, Éverton e Lucas Paquetá. Técnico: Reinaldo Rueda.
Fluminense: Diego Cavalieri; Lucas, Reginaldo, Nogueira (Renato Chaves) e Léo; Orejuela (Richard), Douglas, Wendel, Sornoza e Gustavo Scarpa; Henrique Dourado. Técnico: Abel Braga.
INCIDENCIAS: 27ª rodada do Campeonato Brasileiro 2017, partida a ser realizada no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, às 17h (de Brasília).

Em situações parecidas, mas em lados opostos na tabela, Flamengo e Fluminense se enfrentam nesta quinta-feira (12), às 17h (de Brasília), no Maracanã, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Enquanto o rubro-negro busca reabilitação para continuar próximo do G-6, o time tricolor tem o objetivo de se afastar da zona do rebaixamento.

Em 2017, Flamengo e Fluminense já se enfrentaram cinco vezes e decidiram o Campeonato Carioca. Foram três empates e duas vitórias do rubro-negro. Apesar do Flu ter equilibrado os confrontos, não venceu nenhum e terminou com o vice do estadual. No primeiro turno do Brasileirão, empate por 2 a 2.

Além deste confronto pelo Campeonato Brasileiro, Fla e Flu ainda se enfrentam mais duas vezes no ano, mas pela Copa Sul-Americana. O jogo de ida será no dia 25 de outubro, enquanto a volta será no dia 1º de novembro. 

Rueda enfrenta Flu pela primeira vez e Fla tem desfalques de Diego e Guerrero

O Flamengo terá quase força máxima para enfrentar o Fluminense. O meia Diego, que se recupera de lesão na coxa esquerda, não foi relacionado. Já os peruanos Trauco e Guerrero só voltam ao Brasil nesta quinta, pois continuaram no Peru para comemorar a vaga da seleção na repescagem da Copa do Mundo.

No período de 11 dias de preparação para o clássico contra o Flu, o técnico Rueda teve problemas para treinar o Flamengo. Lesões, desgaste físico e convocações atrapalharam os planos do treinador. Sem Diego e Guerrero, o colombiano aposta suas fichas em Éverton Ribeiro e Lucas Paquetá.

(Foto: Gilvan de Souza/Divulgação/Flamengo)
(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Após dois jogos sem vitória no Brasileirão e o vice da Copa do Brasil diante do Cruzeiro, o zagueiro Réver vê com bons olhos o clássico contra o Fluminense. Para o capitão do Flamengo, é uma oportunidade de ganhar moral e se reabilitar no Brasileirão.

"É sempre bom vencer clássico. Sabemos também que isso não vai minimizar a dor que o torcedor está sentindo por tudo que aconteceu nas últimas semanas. E nem a nossa dor. É difícil explicar, principalmente em uma final em que você estava superior e não venceu. Mas temos que virar logo essa chave e ir em busca dessas vitórias para que a gente possa fazer com que o torcedor confie no nosso trabalho", afirmou.

Será o primeiro clássico de Rueda contra o Fluminense. O técnico do Flamengo já disputou três clássicos no Rio, todos diante do empate, e conquistou uma vitória, um empate e uma derrota. No ano, em cinco jogos, o Fla não perdeu para o Flu, tendo conquistado três empates e duas vitórias, além do título estadual sobre o rival.

Sem Henrique, Abel mantém esquema com três volantes e Orejuela é dúvida

O Fluminense teve 11 dias para se preparar para o clássico diante do Flamengo. Neste tempo, foi realizado dois jogos-treinos e o Tricolor venceu por goleada em ambos. A única ausência ficou por conta do volante Orejuela, que foi convocado pela seleção do Equador. Porém, o treinador deixou o jogador como dúvida para o clássico.

O período sem jogos foi bom para o Fluminense descansar alguns atletas e continuar recuperando outros. O zagueiro Renato Chaves volta a ser opção, mas a titularidade não é certa. Henrique e Wellington continuam em preparação, ainda sem previsão de retorno.

(Foto: Nelson Perez/Divulgação/Fluminense FC)
(Foto: Nelson Perez/Fluminense FC)

Às vésperas de enfrentar o Flamengo pela sexta vez no ano, o técnico Abel Braga não deve mudar o esquema com três volantes, que tem sido prejudicial e um dos fatores pela queda de rendimento da equipe, se demonstrou incomodado com os resultados anteriores, especialmente a decisão do Campeonato Carioca. 

"A equipe tem se portado bem contra o Flamengo. Em Cariacica (pela Taça Rio), todo time suplente e empatamos. Teve outros que a gente não ganhou pois não deixaram a gente levar (referência ao erro de arbitragem na decisão do Carioca). Ainda não engoli aquela final de campeonato", afirmou Abel.

O técnico do Fluminense vê diante do Flamengo a oportunidade do elenco recuperar a moral na temporada para escapar da situação momentânea, mas lembrou que apenas vencer o rival não resolve todos os problemas, e que se perder não significa que o time vai cair.

"A gente precisa de um bom resultado. Vamos dar a vida por ele. E depois a gente vê o próximo. Domingo não resolve a nossa situação e também não se pode dizer que o time vai cair. Claro que o resultado dá confiança legal. Ganhar é bom, vai mexer com a confiança e o emocional. Vamos sentir caso não ganhe. E tudo se transfere para o jogo contra o Avaí. Nós nos colocamos nessa situação, não vamos atirar a culpa em ninguém. Nós que entramos, nós que temos de procurar as soluções", disse.

Flamengo