Em busca de reabilitação, Flamengo recebe o campeão Corinthians na Ilha do Urubu

Com ambiente interno conturbado e em mau momento com a torcida, Rubro-Negro tenta voltar a vencer diante de um Corinthians já campeão brasileiro

Em busca de reabilitação, Flamengo recebe o campeão Corinthians na Ilha do Urubu
​(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
FLAMENGO
CORINTHIANS
FLAMENGO: DIEGO ALVES; PARÁ, RHODOLFO, JUAN E TRAUCO; CUÉLLAR, ARÃO E DIEGO; ÉVERTON RIBEIRO, GEUVÂNIO E VIZEU. TEC: REINALDO RUEDA.
CORINTHIANS: Cássio; Léo Príncipe, Pablo, Balbuena e Marciel; Gabriel e Fellipe Bastos; Romero, Camacho e Marquinhos Gabriel; Jô. TEC: FÁBIO CARILLE.
ÁRBITRO: WAGNER REWAY - MT (FIFA), AUXILIADO POR EDUARDO GONCALVES DA CRUZ - MS (CBF) E FABIO RODRIGO RUBINHO - MT (CBF).
INCIDENCIAS: JOGO VÁLIDO PELA 36ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO 2017, A SER DISPUTADO NA ILHA DO URUBU, NO RIO DE JANEIRO.

Neste domingo (19), o Flamengo tem mais um compromisso marcado na Ilha do Urubu: às 17h, o Rubro-Negro recebe o já campeão Corinthians querendo afastar o mau momento do time e reencontrar o caminho das vitórias. O jogo é válido pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.

No primeiro turno, os times empataram em 1 a 1 na Arena Corinthians. marcou para os anfitriões e o zagueiro Réver descontou de bicicleta; o confronto também ficou marcado pela falha do assistente Pablo Almeida da Costa, que marcou impedimento de Jô, quando o atacante estava mais de três metros em posição legal.

Se vencer, o Flamengo pode ultrapassar o Botafogo e chegar à sexta colocação com 53 pontos - dois a mais do que o rival carioca, que ainda enfrentará o São Paulo no Pacaembu. Já o Corinthians, que já sagrou-se campeão na última rodada, vai em busca da meta de vencer todos os times do Brasileiro, feito alcançado apenas pelo Cruzeiro de 2003.

​(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Ambiente ruim, pressão e desfalques: a semana Rubro-Negra

Depois de mais uma derrota no Brasileiro, a segunda consecutiva, o Flamengo evidenciou mais uma vez a falta de um padrão de jogo dentro de campo. Nas redes sociais, torcedores dividem a responsabilidade entre os jogadores, a comissão técnica e os dirigentes rubro-negros.

Na última sexta-feira (17), o diretor de futebol Rodrigo Caetano concedeu entrevista coletiva e falou sobre o sentimento pós-jogo contra o Coritiba e os rumos no clube. Rodrigo definiu a situação como 'frustrante', mas respaldou o elenco e o técnico colombiano Reinaldo Rueda.

+ Caetano vê campanha 'pífia' do Flamengo como visitante e admite desilusão com Conca

(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Para a partida contra o Corinthians, Reinaldo Rueda não poderá contar com alguns jogadores que iniciaram a partida contra o Coritiba, casos de Renê, Everton e Lucas Paquetá, que estão suspensos. Entretanto, Rueda contará com a volta de Trauco, que estava a serviço da seleção do Peru. Nas vagas de Éverton e Paquetá jogarão Geuvânio e Arão.

Desfalques: Thiago, Réver, Ederson, Éverton e Berrío (lesionados); Renê, Lucas Paquetá e Vinicius Júnior (suspensos); Guerrero (suspenso preventivamente pela Fifa).

Já campeão, Timão joga por algumas metas individuais

Campeão na última rodada após vencer o Fluminense por 3 a 1, o Corinthians não tem mais a obrigação de vencer, mas busca ainda alguns objetivos - entre eles a artilharia de , conquistar vitórias sobre todos os times pelo menos uma vez e um objetivo misterioso do técnico Fábio Carille, que prometeu revelar apenas na próxima semana.

Com a vitória sobre o Tricolor carioca e os dois gols marcados,  assumiu a ponta da artilharia do Campeonato Brasileiro, algo que nunca havia sido conquistado por um jogador corinthiano. Henrique Dourado vem logo atrás, com um gol a menos que o atacante do Timão.

+ Vencedor do Brasileiro em dois anos seguidos, Gabriel exalta conquista no Corinthians

(Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians)

Além do título, outra meta é a de vencer todos os times do torneio pelo menos em uma ocasião. Com o empate do primeiro turno, o Rubro-Negro carioca é o único time que ainda não perdeu para o Corinthians no Brasileiro deste ano; somente o Cruzeiro de 2003 tem essa marca.

Para isso, o comandante Fábio Carille preparou um time forte para enfrentar o Rubro-Negro fora de casa. Do 'time ideal', apenas Arana, Jadson e Rodriguinho serão poupados. Maciel, Felipe Bastos e Marquinhos Gabriel substituirão o trio poupado pelo comandante. Na zaga, Balbuena voltará a jogará no lugar de Pedro Henrique.

Desfalques: Arana, Jadson e Rodriguinho e (poupados); Vilson (dores no joelho esquerdo); Walter (lesionado) e Clayson (suspenso).