Diego, do Flamengo, revela que rejeitou 'oferta dos sonhos' do Bayern para assinar com a Juve

Meia defendeu o clube bianconero entre 2009 e 2010

Diego, do Flamengo, revela que rejeitou 'oferta dos sonhos' do Bayern para assinar com a Juve
Hoje no Flamengo, Diego não teve sucesso no futebol italiano (Foto: Buda Mendes/Getty Images)

Em entrevista ao jornal alemão Sport Bild, meia Diego, atualmente no Flamengo, revelou que rejeitou uma "oferta dos sonhos" do Bayern de Munique para se transferir à Juventus. O clube bianconero pagou  24,5 milhões ao Werder Bremen, no verão europeu de 2009, para contar com o brasileiro, que não brilhou em Turim e acabou permanecendo apenas uma temporada (2009/10) no futebol italiano.

"Eu recebi uma oferta dos sonhos do Bayern, ainda melhor que a da Juventus", confessou Diego. "Nós estávamos no topo [da Bundesliga] com o Werder no momento, mas deveríamos ter sido campeões em 2007 e terminamos na vice-liderança em 2008".

Segundo Diego, um dos principais motivos que o fez deixar o Werder Bremen foi a vontade de fazer sucesso em outro país.

"Nós estávamos [no topo] com os bávaros, mas simplesmente faltava esse último passo para ganhar o título essa era a única diferença. Nós jogamos a Uefa Champions League, ganhamosCopa da Alemanha, chegamos à final da Copa da Uefa [atual Uefa Europa League]. Jogamos futebol excitante e vimos o Bayern. Então, ficou claro que consegui tudo o que pude na Alemanha", explicou.

O brasileiro revelou que o Real Madrid também tentou contratá-lo, mas a insistência da Juventus e os comentários positivos de Ronaldo 'Fenômeno' e Ronaldinho Gaúcho, que jogaram no Milan, pesaram em sua escolha.

"O Real Madrid também me queria, conversamos. A Juventus entrou em contato comigo três vezes ao final da temporada da Bundesliga, e todos os Ronaldos brasileiros que jogaram estavam entusiasmados com a Juve e o futebol italiano", salientou.

Diego jogou apenas a temporada 2009/10 pela Juventus antes de retornar à Alemanha para defender o Wolfsburg. Na equipe italiana, o jogador atuou em 47 jogos, marcou sete gols e distribuiu 11 assistências.

"Tivemos grandes jogadores, mas não éramos um time. Nós terminamos em segundo ou terceiro, mas foi uma temporada difícil para nós. Eu queria a mudança, um novo país. Se eu tivesse que decidir hoje, faria o mesmo novamente", finalizou.