Rueda celebra vaga garantida na Libertadores e exalta fala de Diego: "Disse que ia até a morte"

Treinador do Flamengo comemorou muito oportunidade de ir à Libertadores após superar o Vitória; em entrevista, Rueda enalteceu postura do líder Diego, peça essencial do grupo rubro-negro

Rueda celebra vaga garantida na Libertadores e exalta fala de Diego: "Disse que ia até a morte"
(Foto: Gabriel Aponte via Getty Images)

O Campeonato Brasileiro chegou ao fim neste domingo (3) - e com ele, foram definidos os clubes que vão à Libertadores no ano de 2018. O Flamengo garantiu uma vaga na fase de grupos após vencer o Vitória, de virada, por 2 a 1. Treinador do Rubro-Negro, Reinaldo Rueda comemorou muito o desempenho da equipe no Barradão.

"Feliz pela entrega, pela semana muito importante. Fomos felizes, tivemos solidariedade, coragem, caráter. Preciso felicitar o Mancini, o Vitória, um time muito bem estruturado. Trabalha muito bem. Partida muito difícil. Sem falar na carga emocional para as duas equipes. Foi uma semana com muito êxito", afirmou.

Foi o gol de Diego, de penâlti, que garantiu a vitória rubro-negra no último lance da partida e a vaga na fase de grupos da Libertadores. Em entrevista pós-jogo, o comandante colombiano fez questão de destacar a postura do camisa 35, principalmente por sua perseverança e seu discurso no intervalo. 

Garantido em 2018, Flamengo vai à Libertadores em dois anos consecutivos pela terceira vez

Diego teve atuação exaltada pelo treinador Rueda (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Diego teve atuação exaltada pelo treinador Rueda (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

"O Diego tenho que aplaudir. Profissionalismo. Fez grande jogo em Barranquilla, desgaste altíssimo. Mas ele dá uma pausa, deixa que a defesa se recupere. Tem liderança e organiza. Era para ele jogar 45 minutos, mas no intervalo ele disse que ia até a morte, até o final. Sua integridade, profissionalismo faz com que suporte o jogo todo como hoje. Outro jogo intenso, difícil, hoje", completou.

E será que a vaga garantida para a Libertadores tranquiliza o Flamengo da Sul-Americana? Na opinião de Rueda, o clube carioca chega para a grande decisão com um peso a menos nas costas após assegurar o acesso pelo Brasileiro. O treinador ainda revelou que trazer o título continental para a Gávea é um projeto de "orgulho profissional" da equipe.

"Sem dúvida tranquiliza. A vaga é um projeto institucional, mas a Copa Sul-Americana é um projeto nosso, de orgulho profissional, de que a Sul-Americana vai ficar no Brasil", disse.

Flamengo x Independiente: informações e preços de ingressos para a final da Sul-Americana

Outros trechos da coletiva de Rueda:

Vaz e Léo Duarte titulares na zaga"Tínhamos situação difícil, por que perdemos Réver quinta. Juan foi poupado por tudo que fez de esforço e pensando em quarta-feira. Vaz e Duarte trabalharam com muita disciplicina, profissionalismo. Deus os premiou por tudo que trabalham. Momento difícil para nós. Vaz tinha contratura e Duarte foi o único jogo do semestre. Sofremos e conseguimos. É um jogador muito inteligente. Hoje quem sabe pagou o esforço, a falta de ritmo, de jogos. Houve situações que não tinha a distância ideal, mas foi crescendo. Foi muito importante. Ele e Vaz fizeram poucos treinamentos. Quero ressaltar também o jogo de Pará e Trauco, que fizeram esforço grandíssimo."

Atuação de Vinicius Junior"O Vitória estava fechado, queria segurar o 1 a 0, mas buscamos o desequilíbrio. Ele melhorou muitíssimo. Hoje é mais coletivo, faz cruzamentos. Está crescendo, amadurecendo. É muito positivo que fique nessa crescente e mostre equilíbrio em momentos importantes."

Resultado importante"Tínhamos uma decisão difícil, com o time desgastado. Mas é super importante para a instituição, para o Flamengo e para a diretoria. O Flamengo quer competir a nível internacional. Muito importante para a torcida que quer ver esse Flamengo grande. Todos merecem o melhor e estamos trabalhando para isso. Falava há umas semanas que chegaríamos nessa reta final. Falamos sobre isso. Perdemos muitos jogadores, comprometemos pontos vitais. Foi tudo sofrido até o último momento. Os jogadores demonstraram que têm paixão, comprometimento com o trabalho. O comando está muito agradecido com os jogadores pela forma, coragem, apesar das adversidades, foram importantes."