Renê cita briga por titularidade no Flamengo e metas para 2018: "Jogar meu melhor futebol"

Renê foi um dos jogadores do grupo principal do Flamengo a entrar em campo contra a Cabofriense; lateral-esquerdo apontou falhas, mas destacou retomada da titularidade no Rubro-Negro

Renê cita briga por titularidade no Flamengo e metas para 2018: "Jogar meu melhor futebol"
(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Neste domingo (21), o Flamengo venceu a Cabofriense por 1 a 0 com gol de Vinicius Junior; a partida era válida pela segunda rodada da Taça Guanabara. O confronto do Campeonato Carioca marcou a volta de alguns jogadores da equipe titular, que retornaram para pré-temporada apenas no dia 13 de janeiro. O lateral Renê, que começou o jogo como titular, falou à imprensa sobre sua condição física.

"Não 100%, mas me senti bem, deu pra jogar, consegui correr bastante e ajudar. Espero quarta-feira estar melhor. Se o professor optar por mim, que eu possa fazer um grande jogo e ajudar o Flamengo a conquistar a vitória", afirmou o lateral.

Em 2017, o lateral foi titular no time de Reinaldo Rueda, depois se lesionou e perdeu a vaga; na equipe de Paulo César Carpegiani, é provável que o brasileiro siga disputando posição com o peruano Trauco. Na zona mista da Ilha do Urubu, Renê abordou a briga por uma vaga no grupo titular do Flamengo.

Autor de gol da vitória, Vinicius Junior evita pensar no Real Madrid: "Foco no Flamengo"

Renê se lesionou em 2017 (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Renê se lesionou em 2017 (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

"Tenho que mostrar pra mim, sei o que posso jogar, ainda não consegui jogar meu melhor futebol no Flamengo. Teria uma sequência de jogos, porém acabei me machucando, mas Deus sabe de tudo, acontece, futebol. Espero que possa ter um grande ano, jogar meu melhor futebol, consequentemente disputar vaga com o Trauco, e que o professor possa ter duas opções boas para colocar em campo", ponderou.

O treinador Carpegiani falou após a partida, destacando a importância da vitória - mas deixou explícito que a atuação do Rubro-Negro não convenceu. Já na opinião de Renê, faltou pressão para garantir uma melhor performance do Flamengo em campo.

"O que a gente trabalhou foi para pressionar a equipe deles, não deixar eles jogarem, fazer várias variações e movimentações na frente. Mas a gente acabou deixando a equipe deles nos marcar, e não conseguimos pressionar eles. Foi isso que ele cobrou do grupo após o jogo. E agora vamos descansar e trabalhar para no próximo jogo vencer, e convencer", concluiu. 

O próximo compromisso do Flamengo pelo Campeonato Carioca é na quarta-feira (24). Em partida válida pela terceira rodada da Taça Guanabara, o Rubro-Negro recebe o Bangu no estádio Ilha do Urubu; a bola rola às 19h30. 

Outros trechos de Renê:

Invencibilidade no Carioca"Acho que cada que vamos vencendo, vai pegando confiança, o time vai entrosando mais. Sei, que é sempre importante vencer e convencer, espero que continuamos nessa pegada, e quando não der para vencer e convencer, que possamos pelo menos vencer."

Jovens da base do Flamengo"Os meninos são maravilhosos e vem mostrando a força deles, o Flamengo tem uma base muito forte, tantos os que vieram nos ajudar quanto os outros que estão em São Paulo. A gente procura tentar entrosar o mais rápido, porque eles vem treinando desde dezembro, em um ritmo forte. Vamos procurar no dia a dia sempre estar ajudando eles dentro de campo."