Com boa atuação no primeiro tempo, Flamengo vence Bangu e dispara no Grupo B do Carioca

Vinicius Junior comanda vitória rubro-negra na Ilha do Urubu e dá assistência para Lincoln fazer o gol da vitória

Com boa atuação no primeiro tempo, Flamengo vence Bangu e dispara no Grupo B do Carioca
Foto: Gilvan de Souza/Flamengo
Flamengo
1 0
Bangu
Flamengo: Gabriel Batista; Rodinei(Klebinho), Thuler, Léo Duarte, Renê; Rômulo(Cuéllar), Ronaldo(Jonas), Jean Lucas; Lucas Paquetá(Geuvânio), Vinicius Junior, Lincoln(Vitor Gabriel).
Bangu: Célio Gabriel; Valdir, Michel, Oliveira, Guilherme; Magno, Marcos Júnior, Rodney(Éberson), Everton Sena(Anderson Lessa), Almir(Peralta); Nilson(Sidney)
Placar: 1-0, min.36, Lincoln.
ÁRBITRO: LEONARDO GARCIA CAVALERO(RJ). PARTIDA SEM CARTÕES.
INCIDENCIAS: PARTIDA VALIDA PELA TERCEIRA RODADA DA TAÇA GUANABARA PELO CAMPEONATO CARIOCA, REALIZADO NA ILHA DO URUBU, NO RIO DE JANEIRO. PÚBLICO PAGANTE: 3.777 PÚBLICO PRESENTE: 4.589

Em partida válida pela terceira rodada da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, o Flamengo venceu o Bangu por 1 a 0 sem sustos, na Ilha do Urubu. Com gol de Lincoln aos 36 minutos da primeira etapa, a equipe da Gávea chegou a 9 pontos na competição, se isolando na liderança.

Sem os meninos 'emprestados' da Copinha, o Flamengo contou com o retorno de nomes como Cuéllar, Geuvânio e a sensação Lucas Paquetá. O time da casa jogou melhor que o visitante durante boa parte do jogo e conseguiu manter o placar sem muitas dificuldades. Na partida, a equipe rubro-negra contou com grande partida de Vinicius Junior, outra vez com a camisa 10, além das boas exibições de Rômulo, Rodinei e Ronaldo.

O rubro-negro enfrenta o seu primeiro clássico do ano no próximo sábado, às 16h, contra o Vasco, no Maracanã. O jogo é válido pela quarta rodada da Taça Guanabara.

Primeiro tempo empolgante

A partida apenas foi ficar interessante a partir da segunda metade da etapa inicial, quando a garotada rubro-negra começou a se impor e pressionar a equipe alvi-rubra dentro de seu campo. Com a mudança da postura, o Flamengo levou perigo 5 vezes à meta adversária.

Primeiro, aos 27 minutos, em belo chute de Jean Lucas, que passou ao lado esquerdo do gol de Célio Gabriel. Um minuto depois, Lucas Paquetá, em sua volta ao time, cortou para a esquerda e quase fez um belo gol, passando perto do ângulo esquerdo.

Pouco depois, aos 31 minutos, o que parecia uma bola perdida quase virou um gol de Lincoln. O atacante evitou a saída da bola e tentou cruzar para a área, na descida a bola levou dificuldade para o goleiro banguense, que tirou a bola para fora da área.

Depois disso, aos 34, Rodinei quis refazer o lance do jogo contra a Cabofriense. O lateral cruzou para a área visando Vinicius Junior, o zagueiro tentou intervir, mas acabou furando e a bola sobrou para a promessa de 17 anos abrir o placar. Porém, o jovem atacante estava impedido. Mesmo assim, o futuro galáctico não desanimou.

Aos 36, Vinicius pegou a bola na ponta direita e, mesmo cercado por três adversários, passou pela marcação com um belo drible e tocou para Lincoln, que apenas teve o trabalho de dar o carrinho para abrir o marcador.

Com muitas individualidades, Flamengo pouco cria no segundo tempo mas Bangú não assusta

Devido às muitas substituições, os times perderam seu padrão tático e fizeram o jogo ficar mais morno. Com um Flamengo muito individualista no início, desperdiçando chances de aumentar o placar, o time da casa viu o Bangu tentar uma reação. O time visitante chegou a fazer um gol com Almir, aos 23 da segunda etapa, porém, o meia ex-Flamengo estava impedido. A partir dali, poucas oportunidades: Renê fez um belo arremate aos 35 minutos para uma defesa difícil de Célio Gabriel. Além desse lance, Vinicius Júnior quase aumentou o placar em contra-ataque aos 41 minutos, mas parou em outra boa defesa do goleiro adversário.