Presidente do Flamengo desabafa após título da Copinha: "Falaram que base era perda de tempo"

Eduardo Bandeira de Mello revelou ter recebido críticas por investimento na base rubro-negra; dois dos quatro títulos de Copinha foram conquistados na atual gestão

Presidente do Flamengo desabafa após título da Copinha: "Falaram que base era perda de tempo"
(Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

É tetra! Após bater o São Paulo por 1 a 0, com gol de Wendel, o Flamengo sagrou-se tetracampeão invicto da Copa São Paulo de Futebol Júnior 2018. O Rubro-Negro manteve seus 100% de aproveitamento em finais - a equipe carioca conquistou títulos em todas as quatro finais que disputou em 19902011, 2016 e 2018.

Dos quatro títulos do clube carioca na Copinha, dois foram conquistados na gestão de Eduardo Bandeira de Mello, atual presidente do Flamengo. Ao SporTV, o mandatário revelou ter recebido muitas críticas pelo seu investimento nas categorias de base, mas demonstrou otimismo pelo futuro dos garotos do Ninho.

"Eu sempre disse que não existe nada mais importante do que cuidar da base. No Flamengo, a base está no DNA. Na minha administração, tive que aturar gente falando que base era perda de tempo, que deveria contratar jogador pronto. Era uma besteira. É um investimento para os próximos anos. A colheita está só começando. A base vai dar muito craque no Flamengo", declarou.

O gol de Wendel na final fechou com chave de ouro a campanha invicta do Flamengo na Copinha 2018: foram oito vitórias e apenas um empate no torneio sub-20. A trajetória rubro-negra também ficou marcada pele superação e pelos desfalques, com cinco atletas deixando a competição para integrar o grupo profissional no Campeonato Carioca.