Flamengo recebe argumentos de punição e tem sete dias para apresentar recurso à Conmebol

Ofício da entidade era necessário para que Rubro-Negro pudesse recorrer; após vandalismo na Sul-Americana, Flamengo foi penalizado com dois jogos de portões fechados na Libertadores

Flamengo recebe argumentos de punição e tem sete dias para apresentar recurso à Conmebol
(Foto: Mauro Pimentel/AFP via Getty Images)

Flamengo estava de mãos atadas enquanto esperava um documento oficial da Conmebol referente à sua punição, mas recebeu os argumentos da pena ao final desta quinta (8). O clube foi penalizado com dois jogos em casa sem torcida na Libertadores; a sanção foi definida após cenas de barbárie na final da Sul-Americana em 2017.

A partir de agora, começam a correr os prazos processuais - o clube carioca tem sete dias para apresentar seu recurso e tentar rever a decisão da Conmebol. Conforme divulgado pela assessoria do Rubro-Negro, a ideia inicial é recorrer já nesta sexta-feira (9).

No artigo 11.2, o Tribunal Disciplinar da Conmebol denunciou o Flamengo pelos seguintes motivos: lançamento de objetos no campo de jogo; uso de fogos e material pirotécnico; danos; falta de ordem e disciplina antes, durante e depois da partida; não identificação dos causadores dos tumultos e das agressões.

O Flamengo também foi denunciado no artigo 20, que abrange a falta de segurança e organização pelo clube mandante da partida, além de ter recebido uma multa de U$300 mil.

Confira o comunicado abaixo:

"Informamos que o Flamengo recebeu da Conmebol na tarde desta quinta-feira, os fundamentos da decisão que puniu o clube com a realização de dois jogos com portões fechados na Copa Libertadores da América. Sendo assim, o Flamengo tentará apresentar o recurso para revisão da decisão já nesta sexta-feira."