Levir Culpi comemora quebra de jejum contra América-MG: "Resultado foi justo"

Para técnico, apesar de dificuldades no jogo, equipe tricolor foi melhor durante a partida

Levir Culpi comemora quebra de jejum contra América-MG: "Resultado foi justo"
Treinador afirma que Fluminense manterá espírito ofensivo (Foto: Divulgação/Fluminense FC)

Após o Fluminense vencer o América-MG por 1 a 0 e quebrar um jejum de mais de 60 anos, o técnico Levir Culpi comemorou ter participado desse momento e afirmou, em entrevista coletiva, que o resultado foi justo. 

"O mais importante é que eu tinha um mês de vida quando o Fluminense venceu pela última vez o América-MG, em 1953. É um tabu esquisito. Eles estavam com esquema defensivo muito compacto no inicio, difícil de penetrar. Ficamos no toque de bola até achar o gol. Depois o jogo ficou mais aberto, tivemos chance aqui e eles tiveram chance lá. O resultado foi justo. Nas ações do jogo, o Fluminense esteve um pouco melhor", explicou.

Levir destacou a boa exibição do novo esquema contra um time de Série A, mas afirmou que o time teve dificuldades durante o jogo. "Para chegar na ponta, e queremos a Libertadores e o título, tem que ter um time com iniciativa, com mais número para frente do que para trás. Eu penso dessa maneira. Vale a pena arriscar para buscar resultados. Claro que temos de melhorar, mas manteremos esse espírito ofensivo", disse. 

O comandante tricolor ainda elogiou a atuação de Fred. O camisa 9 foi o autor do gol que deu a vitória ao Fluminense. "É um jogador que dispensa comentários. Todos sabem como o Fred joga. É como o Cristiano Ronaldo, o Ibrahimovic... E ele ainda vai lá e resolve. Tem uma condição técnica e tática difícil de combater. A única coisa é que não é mais um jovem, não tem a mesma dinâmica de 10 anos atrás. Mas o nível de competitividade tem um grau de acerto grande. Tem feito gols em quase todos os jogos, isso que o mantém como líder, como um jogador reconhecido por todos nós", analisou Levir. 

Quanto à atuação de Richarlison, o treinador afirmou que o jogador ainda não está com ritmo ideal de jogo, mas que conta com ele para o restante da temporada. 
"Ele tem ações interessantes, mas perde o ritmo em alguns momentos. Ele vem do departamento médico, é algo normal. É um jogador muito interessante, mas que ainda precisa evoluir", comentou. 

Apesar de estrear com vitória na competição, Levir acredita que o time precisa de reforços para suportar o tamanho do campeonato, que é longo. "Estamos procurando reforçar o nosso elenco em algumas posições. Assistismos a tudo que vocês possam imaginar. Eu passo para a parte administrativa. E evito falar até ter uma definição", afirmou.