Levir Culpi indica cautela sobre reforços e manterá escalação contra Ypiranga-RS

Treinador mantém cautela e não apressará a estreia dos reforços; apenas Henrique Dourado deve ser relacionado

Levir Culpi indica cautela sobre reforços e manterá escalação contra Ypiranga-RS
(Foto: Nelson Perez/Fluminense FC)

A campanha irregular do Fluminense no Campeonato Brasileiro, onde ocupa a 12ª colocação com 21 pontos em 16 jogos, ligou o sinal de alerta em Laranjeiras. No entanto, o técnico Levir Culpi analisa a situação de outra forma. Para o duelo contra o Ypiranga, na próxima quarta-feira (27), pela Copa do Brasil, o treinador indica que manterá a escalação que foi derrotada pelo Atlético-PR por 1 a 0, na última rodada, visando dar sequência a equipe.

"Será que vai acontecer lá em Ypiranga-RS que aconteceu aqui (Derrota para o Atlético-PR)? É uma história completamente diferente dessa. Não tem grama sintética, é outro time e outro campeonato. O time não vai mudar. Vamos dar sequência ao elenco", afirmou.

Sobre reforços, o treinador mantém cautela e não deseja apressar nenhum estreia. Apenas Henrique Dourado, contratado no início do mês, será relacionado, mas sua titularidade não está garantida. Os outros cinco contratados - Marquinho, Wellington, Alexis Rojas, Claudio Aquino e Danilinho - precisarão de 15 dias para recuperar o condicionamento físico.

Levir Culpi vetou a utilização dos reforços na partida de volta da Copa do Brasil e garantiu que apenas o departamento médico pode avaliar a condição física dos atletas: “Tem de ter um plano, somos profissionais. A gente sabe quando o jogador deve estrear. Não que isso seja a verdade absoluta, mas trabalhamos nisso a vida inteira. Sabemos quando o jogador pode jogar. Quem estiver em condições, vai jogar. É o departamento físico quem avalia”, declarou.

O Fluminense enfrenta o Ypiranga-RS, na próxima quarta-feira (27), às 21h45, no Colosso da Lagoa, pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil. Na ida, empate por 1 a 1, no Raulino de Oliveira. Novo empate sem gols, gaúchos avançam. Caso o placar se repita, pênaltis. Igualdade por dois ou mais gols, a classificação é carioca.