Duelo entre Flu e Ponte será de reencontros para Renato Chaves, Breno Lopes, Rhayner e Roger

Partida marcará um total de cinco jogadores enfrentando seu ex-clube

Duelo entre Flu e Ponte será de reencontros para Renato Chaves, Breno Lopes, Rhayner e Roger
(Fotos: Getty Images e Nelson Perez/Fluminense F.C.)

A partida entre Fluminense e Ponte Preta, a ser realizada amanhã (1), em Édson Passos, traz um dado curioso ao confronto, que pode interessar aos mais supersticiosos: cinco dos jogadores que estão envolvidos no confronto já jogaram pelo clube adversário. Por conta desse fato, a "lei do ex", popular entre os torcedores, tem tudo para ser observada nessa partida.

A Ponte tem quatro jogadores que já atuaram pelo tricolor das Laranjeiras, sendo eles Breno Lopes, Rhayner, Roger e Wellington Paulista. O último não poderá entrar em campo porque ainda tem vínculo com os cariocas. Pelo lado do Flu, o zagueiro Renato Chaves se destacou pela Macaca antes de ser contratado.

O primeiro jogador listado a passar pelo Fluminense foi o atacante Roger. A passagem do centroavante pelas Laranjeiras foi bem curta, durando apenas quatro meses, em 2009, depois de ser emprestado ao clube em uma negociação com o São Paulo, envolvendo o volante Arouca.

Roger fez apenas 11 jogos pelo Fluminense, marcando três gols. Como a disputa pela posição era intensa e Fred era o preferido, o atual camisa 9 da Ponte acabou deixando o clube e passou por outros 11 clubes desde então, incluindo duas passagens pela Ponte, clube que o revelou.

Dentre todos os ex-jogadores do Fluminense, Rhayner pode ser apontado como o mais bem-sucedido, mesmo não deixando saudades na torcida. Referência de entrega e disposição dentro de campo, o atacante chegou ao clube em 2013, trazendo consigo um jejum de dois anos sem marcar um gol sequer.

O jejum acabou em partida contra o Resende, pelo Campeonato Carioca. Apesar de todo o apoio da torcida no início da temporada, Rhayner caiu de produção e acabou sendo preterido e dispensado no fim do ano. Depois de passagens por Bahia e Vitória, acabou chegando ao clube de Campinas no fim de 2015.

Os dois jogadores com passagem mais recente pelo Flu foram o lateral-esquerdo Breno Lopes e o centroavante Wellington Paulista. Breno chegou como opção para uma posição carente do tricolor carioca, mas nunca engrenou no clube, disputando apenas sete partidas antes de voltar ao Cruzeiro, clube que lhe emprestou.

Já Wellington, conhecido dos torcedores do Rio de Janeiro pela sua passagem no Botafogo, também nunca caiu nas graças dos torcedores, disputou 17 jogos, marcando apenas um gol e saiu dos planos do clube. O destaque no caso do centroavante é que ele ainda é vinculado ao Fluminense, estando apenas emprestado à Ponte Preta e, por conta disso, não poderá jogar amanhã (1).

Fazendo o caminho inverso de todos os jogadores já citados, Renato Chaves chegou ao Fluminense no início desse ano, reforçando a defesa tricolor depois de muitos pedidos vindos da torcida. O zagueiro foi um dos destaques da Ponte Preta em 2015, sendo titular absoluto do time alvinegro.

Desde que chegou ao Flu, no entanto, ainda não conseguiu se firmar e vem tentando aproveitar espaços deixados por Gum ou Henrique para tentar um lugar na equipe titular do técnico Levir Culpi.