"Garçom" tricolor, Gustavo Scarpa demonstra humildade e parabeniza a torcida

Meia do Fluminense falou sobre a importância de ter a torcida ao lado do time

"Garçom" tricolor, Gustavo Scarpa demonstra humildade e parabeniza a torcida
Scarpa durante treinamento do Fluminense (Foto: Maílson Santana/Fluminense)

O Fluminense demonstrou muita irregularidade no primeiro turno do Campeonato Brasileiro e também na Copa do Brasil, correndo até mesmo risco de ser eliminado pelo Ypiranga. Um dos jogadores que ajudaram o tricolor a vencer a segunda partida contra o clube gaúcho foi o meia Gustavo Scarpa, autor da assistência para o gol de Magno Alves, que selou a classificação para as oitavas de final da competição. O bom desempenho do meia se repetiu na partida contra a Ponte Preta, no último domingo (31), onde o jovem revelado em Xerém deu passe para todos os três gols da vitória por 3 a 0.

Cria das categorias de base do Flu, Scarpa começou a jogar pelo time profissional em 2014, ganhando espaço até se tornar titular absoluto e um dos jogadores mais importantes da equipe em 2015. Esse status se mantém no ano atual, principalmente por já ter sido um jogador que caiu nas graças da torcida, tanto pela qualidade técnica quanto pelas demonstrações de carinho com o Flu. Apesar de tudo, quando perguntado sobre seus números de assistências, o meia se esquivou de assumir toda a responsabilidade: "É um dado importante, mas isso é pelo conjunto, pelo time todo. Fundamental é a equipe vencer, e isso vem acontecendo", afirmou.

O camisa 40 do time carioca também falou a respeito da presença da torcida: "É um diferencial ter a torcida por perto. Ela faz de Édson Passos um caldeirão", declarou Scarpa, falando sobre um ponto que pode trazer nova esperança para o Fluminense na competição. Após negociação demorada com o América, o tricolor deixou o estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, e passou a mandar seus jogos em Mesquita, atraindo mais torcedores. Nos dois jogos disputados na "nova casa", duas vitórias: 2 a 0 contra o Cruzeiro e 3 a 0 contra a Ponte Preta. Em ambos os jogos, o clube contou com o apoio de mais de 9500 torcedores.