Além do futebol: Fluminense tem oito atletas convocados para a Olimpíada Rio 2016

Fluminense tem oito atletas disputando medalhas nos Jogos Olímpicos

Além do futebol: Fluminense tem oito atletas convocados para a Olimpíada Rio 2016
Foto: Mailson Santana (Divulgação FFC)

O início dos Jogos Olímpicos deixa o futebol brasileiro um tanto longe dos holofotes. Mas, nem tanto assim... A maior paixão dos brasileiros, as equipes de futebol estrão muito bem representada na Olimpíadas do Rio de Janeiro seja nas quadras, psicinas, mares, tatames ou ginásios. A concentração de tricolores na Rio 2016 estará nas psicinas. Cinco atletas disputam os saltos ornamentais, são eles: Juliana Veloso, Tammy Takagi, Uan Matos, Luiz Outerelo e Ingrid Oliveira. Os saltadores são comandados pela também tricolor Andreia Boehme. Também nas piscinas, o Flu conta com três representantes no nado sincronizado: Luisa Borges, Maria Bruno e Maria Eduarda Micucci são as atletas.

Equipe de nado sincronizado se despede da sede do Flu para disputar os Jogos Olímpicos

Na última segunda-feira (01), Luisa Borges, Duda Miccuci, Maria Bruno, Juliana Damico e a técnica Magali Cremona se juntaram ao elenco que representa o Brasil na modalidade na Vila Olímpica para aguardar o início das provas, no dia 14 de agosto.

As atletas conversaram com o vice-presidente de Esporte Olímpico, Márcio Trindade e aproveitaram para ganhar o carinho do dirigente tricolor.

"Sei que vocês, ainda que estejam com o uniforme da seleção brasileira, mas temos um pouco do Fluminense ali. Vi cada uma aqui crescendo, acompanhei todo o trabalho da Magali, que é uma excelente técnica e sempre tive certeza que vocês estariam na Olimpíada. Aqui se formam caráteres, cidadãos e não estamos só preocupados com o resultado esportivo, mas também sabemos que vocês são exemplos e tenho muito orgulho. O público vai curtir, torcer e vocês vão emocionar", vibrou Márcio Trindade.

Desde 1979 trabalhando nas seleções brasileiras,  a treinadora Magali Cremona falou sobre o trabalho:

"Já tive muitas seleções na minha mão e posso dizer que esta equipe é abençoada. A batalha de cada uma aqui já está sendo recompensada. O Brasil terá ótimas representantes. Ninguém chega pronta na seleção. Posso dizer que o Fluminense é um berço de excelentes atletas. Todas aqui são brilhantes", declarou, emocionada, a técnica.

Contando com o apoio da torcida, a atleta Maria Bruno falou sobre a emoção de sentir a vibração disputando uma Olimpíada em casa.

"Temos um trabalho psicológico para não perder o foco, mas conseguimos sentir a energia da plateia. Em casa é diferente e já nos emocionamos no evento-teste. O incrível é ver que os outros países também torcem por nós. A música brasileira é animada, acho que vamos sacudir quem estiver na arquibancada", disse.