Fluminense sai na frente, mas Corinthians empata e decidirá em casa vaga na Copa do Brasil

Sob forte chuva, equipes fazem jogo truncado e apenas empatam no Giulite Coutinho

Fluminense sai na frente, mas Corinthians empata e decidirá em casa vaga na Copa do Brasil
Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Fluminense
1 1
Corinthians
Fluminense: Diego Cavaleiri; Wellington Silva, Gum, Henrique e William Matheus; Douglas, Cícero, Marquinho (Danilinho) e Gustavo Scarpa; Wellington e Henrique Dourado (Marcos Júnior). Treinador: Levir Culpi
Corinthians: Cássio; Léo Principe, Yago, Balbuena e Uendel; Cristian, Camacho (Willians), Marlone (Giovanni Augusto), Rodriguinho e Marquinhos Gabriel; Guilherme (Lucca). Técnico: Cristóvão Borges.
Placar: Marquinho, aos 37 minutos do primeiro tempo; Rodriguinho, aos 18 minutos do segundo tempo.
ÁRBITRO: Elmo Alves Resende Cunha (GO).
INCIDENCIAS: Jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. RENDA – R$ 206.370,00. PÚBLICO – 7.027 pagantes. LOCAL – Estádio Giulite Coutinho, em Mesquita (RJ).

Nesta quarta-feira (31), pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, Fluminense e Corinthians ficaram no empate em 1 a 1, no Giulite Coutinho, Mesquita (RJ). Marquinho e Rodriguinho, um em cada tempo, marcaram os gols do jogo.

Para o confronto da volta, que acontece no dia 21/09, na Arena, o Tricolor precisa vencer ou empatar por dois ou mais gols para se classificar. Já o Timão joga por igualdade sem gols. Caso o placar de 1 a 1 se repita, a partida será decidida nos pênaltis.

Agora, os times mudam o foco para o Campeonato Brasileiro. O Fluminense enfrenta o Figueirense no sábado (3), em jogo atrasado da 18ª rodada, novamente em Edson Passos, às 16h. Já o Corinthians só volta a campo na quinta-feira (8), quando recebe o Sport, na Arena, às 19h30.

Em primeiro tempo fraco, Marquinho abre o placar para o Flu

Com o apoio da torcida, o Fluminense começou o jogo tendo a posse de bola, buscando encontrar espaços na defesa do Corinthians. Além disso, o time da casa adiantava a marcação e tentava pressionar, enquanto o clube paulista mantinha cautela e saia em velocidade. Truncado, a primeira chance real de gol aconteceu só aos 18 minutos. Gustavo Scarpa acertou belo chute de fora da área e a bola passou raspando o travessão de Cássio.

Apesar do lance de perigo, o panorama do jogo continuou o mesmo: muito truncado e concentrado no meio de campo. Como consequência, os chutes de fora da área eram a solução para as equipes. Aos 29, por exemplo, Rodriguinho arriscou de longe e a bola passou por cima do gol de Diego Cavalieri.

Depois de muito perde e ganha, o gol saiu. Aos 36 minutos, Gustavo Scarpa cruzou da esquerda, Cássio saiu mal e espalmou para o meio da área. Marquinho, no rebote, finalizou para o gol vazio e colocou o Fluminense na frente. Depois disso, o Corinthians conseguiu ficar com a posse de bola e quase empatou com Léo Príncipe, que avançou pela direita e chutou cruzado, mas parou em Cavalieri.

Corinthians volta melhor e consegue chegar ao empate

Sob forte chuva, os times retornaram para o segundo com atitudes diferentes. Em desvantagem, o Corinthians melhorou a sua posse de bola e errou menos passes, muito em função da entrada do Lucca na vaga de Guilherme. Com isso, chegava de forma mais plena ao gol defendido por Diego Cavalieri. Logo com quatro minutos, Lucca cobrou falta e a bola passou raspando a trave direita.

O Fluminense, por sua vez, iniciou a etapa final acuado, irritando o técnico Levir Culpi. E a frustação dele aumentou ainda mais, quando, aos 17, viu o Corinthians empatar o jogo. Léo Príncipe encontrou Rodriguinho e deu belo passe para o meia, que avançou e tocou, de canhota, na saída do goleiro. Depois disso, o jogo voltou a ficar truncado, mas ainda com uma leve vantagem ao Timão.

Diferentemente do Corinthians, o Fluminense mostra-se incomodado com o empate e ia ao ataque. Entretanto, encontrava muitas dificuldades em achar espaços na defesa corithiana. Nos minutos finais, ambos os times tiveram chances de tirar a igualdade do placar. Aos 41, em contra-ataque, Marquinhos Gabriel encontrou Lucca livre perto da área, mas o atacante foi lento demais para chutar e foi desarmado. No minuto seguinte, Wellington Silva tentou arremate de longe, mas em vão.