Júlio César pede apoio da torcida para Flu embalar no Brasileiro: "Estamos em momento bom"

Após vencer Grêmio e Corinthians fora de casa, Fluminense reencontra a torcida no Giulite Coutinho após derrota contra Chapecoense

Júlio César pede apoio da torcida para Flu embalar no Brasileiro: "Estamos em momento bom"
Foto: Marcello Neves

Na última vez que o Fluminense jogou diante do seu torcedor, o time não jogou bem e acabou derrotado de virada pela Chapecoense. Depois disso, o tricolor teve uma sequência de três jogos fora de casa - dois deles pelo Campeonato Brasileiro. Os resultados foram positivos, vitórias contra Grêmio e Corinthians, dois times que brigam diretamente pelo G-4. No próximo sábado (1), o Fluminense irá reencontrará sua torcida, quando receberá o Sport, no estádio de Edson Passos, às 11h (de Brasília).

"Os dois últimos jogos nos dão um gás bom, foram de grande dificuldade. São seis pontos em confrontos diretos com Grêmio e Corinthians. Agora, queremos conseguir uma terceira vitória seguida pela primeira vez para embalarmos. Será complicado, o Sport vem de uma vitória sobre o Santos, que também está brigando pelo G-4. Mas estamos em um momento bom e vamos com confiança", disse o goleiro Julio César em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (28).

No clássico contra o Botafogo, no dia 7 de setembro, o Fluminense viu o goleiro Diego Cavalieri sofrer uma lesão muscular na coxa direita ainda no primeiro tempo. Desde então, o goleiro Julio César assumiu a titularidade e já soma seis jogos seguidos. Diego Cavalieri já está em transição para retornar a equipe, mas Julio César garante que quer continuar jogando.

"Tenho tido atuações regulares, o time tem jogado bem. Mas, Diego (Cavalieri) está voltando agora. Cada um buscando seu espaço. Claro que quero continuar jogando, agora que alcancei essa sequência de seis jogos. Mas essa é uma dor de cabeça positiva que vai ficar para o professor (Levir Culpi), ele que vai tomar essa decisão. Estou muito feliz porque graças a Deus estou respondendo a altura", disse.

Confira mais trechos da entrevista coletiva:

Apoio da torcida

"Sem dúvida é motivo de alegria para nós. A torcida está comprando nosso barulho. E temos feito por onde nessa batalha. Espero que esgotem os ingressos, porque sempre que jogamos lá eles foram importantes."

Lições da derrota para Chapecoense

"Éramos favoritos e infelizmente não conseguimos vencer. Mas não podemos tirar o mérito da Chapecoense. Agora a história é outra. A vitória é de suma importância, até porque o Santos enfrenta o Atlético-PR, outro confronto direto."

Nova formatação da Libertadores

"Acho interessante. Se der certo será muito bom e vai nos adequar ao calendário do futebol europeu. Vai durar do início ao fim da temporada. Entrar uma quinta equipe do Brasil seria interessante, porque neste momento nós estaríamos classificados."

Duas folgas seguidas

"As vitórias foram importantíssimas, e isso nos fez ter dois dias de folga de puro descanso. Voltamos com o ambiente leve, calmo. Já temos um ambiente bom, mas fica ainda mais calmo."

Clima de eleições no Fluminense

"Temos que ficar blindados para que isso não influencie no nosso desempenho. As eleições vão acontecer, mas não podemos deixar influenciar no nosso dia a dia. Nossa concentração é na luta pelo G-4, pensando jogo a jogo. Assim vamos seguir até o fim na busca pelo objetivo."