Levir vira chave, pensa no clássico e afirma: "Tem muita coisa boa para acontecer no Fluminense"

Treinador Tricolor lamenta não poder jogar em uma casa definitiva no ano, mas pede união entre o time e a torcida para que o clube saia com a vitória contra o Flamengo

Levir vira chave, pensa no clássico e afirma: "Tem muita coisa boa para acontecer no Fluminense"
Levir em ação na derrota contra o Santos, na Vila Belmiro. (Foto: Divulgação/Fluminense FC)

Após a derrota para o Santos no Campeonato Brasileiro, na Vila Belmiro, o pensamento no Fluminense é de virar a chave, já que na próxima rodada terá como adversário o Flamengo. Sem uma casa em 2016, o Tricolor das Laranjeiras mandará a partida, mais um vez, em estádio diferente, o que incomoda o treinador Levir Culpi. Com o Maracanã ainda cedido ao Comitê Rio 2016, assim como o Engenhão, o clássico carioca será realizado no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, no próximo dia 13, às 21h (de Brasília). O treinador comentou sobre essa mudança de estádios nos jogos do Fluminense e disse que é hora da união entre torcida e time.

"Não jogaremos em casa, não jogamos esse ano ainda. Temos que superar. É momento de união. Tem muita coisa boa para acontecer no Fluminense. São circunstâncias do calendário, situações políticas também. Estamos jogando fora de casa e é preciso que entendamos isso. Por que não vencer? Vitória seria ótimo e espero que estejamos todos juntos porque precisaremos da torcida e de todo nosso esforço", disse.

Inicialmente a partida havia sido marcada para ser realizada em Manaus. Depois o local mudou e foi para a Ilha do Governador, na Arena Botafogo. Logo após, tudo mudou e a CBF resolveu que o jogo será em Volta Redonda.

O treinador Tricolor avaliou a partida contra o Santos, afirma que houveram mais acertos do que erros, e que qualquer placar seria justo. Para ele, isto deve ser mantido contra o Flamengo e que é preciso fazer apenas alguns ajustes.

"Precisamos corrigir e ajustar (algumas falhas), mas permanecer com o correto (para o clássico). São muitas coisas boas que temos que repetir. Time jogou relativamente bem. Jogo foi equilibrado, qualquer resultado seria normal, não podemos tirar o mérito do Santos", completou.

Mesmo com a derrota no confronto direto, o Fluminense se manteve em quinto lugar do Campeonato Brasileiro, com 46 pontos, cinco atrás do próprio Santos. Com a mudança nas vagas para a Libertadores, o time carioca ainda garante vaga na competição em 2017.