Primeiro treino do Fluminense no novo Centro de Treinamento

Primeiro treino do Fluminense no novo Centro de Treinamento
(Foto: Marcello Neves/VAVEL)

Esta terça-feira marcará o primeiro treino do Fluminense no centro de treinamento da Barra da Tijuca - às 11h55m deste sábado o clube divulgou a programação, e esta matéria foi atualizada. Com o vestiário do time profissional e um dos campos prontos, o local começará a receber os jogadores comandados por Levir Culpi aos poucos neste mês de outubro. A mudança em definitivo ainda está indefinida assim como o nome que batizará a estrutura em construção.   

O programa de trabalho da próxima semana foi definido neste sábado, quando termina a folga de dois dias. Será também o começo da preparação para o clássico com o Flamengo, dia 13, em Volta Redonda. Um detalhe ajuda a apressar a estreia no CT: o dia 29 de setembro marcou o fim do contrato com a Escola de Educação Física do Exército, na Urca, um local usada como opção de atividade às Laranjeiras.   

Foi no dia 21 de julho, aniversário de 114 anos do Tricolor, que a direção inaugurou simbolicamente o CT - a construção iniciou em 2015. De lá para cá, muita coisa mudou. A instalação hidráulica e elétrica foi concluída, o que permite o uso do vestiário. Se um campo está pronto, o outro ficará em breve. As duas piscinas estão finalizadas. Uma quadra de futevôlei foi construída. A academia só não está pronta para uso pois ainda não recebeu os equipamentos que estão nas Laranjeiras.  

Cogitada pelo presidente Peter Siemsen, a consulta ao torcedor sobre o nome do CT não avançou. Por ora, está indefinida - o clube não comenta o caso. A outra ideia do dirigente, Celso Barros, ex-presidente da Unimed-Rio, antiga patrocinadora do clube, também foi descartada. 

Com o investimento de R$ 30 milhões, o CT ainda sem nome definido será o lar do Tricolor nos próximos 100 anos, afirmou o presidente Peter Siemsen na inauguração do local em 21 de julho, data do aniversário de 114 anos do Flu.

A mudança definitiva para o novo lar ainda não está decidida, mas com um dos três campos em condição ideal e o vestiário pronto, o elenco pode ser recebido no complexo. São 40 mil metros quadrados e um sonho antigo do Fluminense que torna-se realidade.

A instalação hidráulica e elétrica está concluída, assim como as piscinas estão prontas para uso. A quadra de futevôlei também já está à disposição dos jogadores, enquanto a sala de musculação aguarda os equipamentos.

"Estudamos muito para construir um CT de ótima qualidade e baixo custo com o melhor para o Fluminense", declarou Pedro Antônio Ribero, vice de Projetos Especiais e principal responsável pelo CT. O dirigente completou: "Os outros CTs do Brasil vão ter de correr muito para se igualarem ao nosso" afirmou Pedro Antônio.

De imediato, Levir e seus comandados saem ganhando com a nova casa. O gramado do Estádio das Laranjeiras não apresenta as melhores condições há algum tempo. Além da infraestrutura, a privacidade será maior no CT, já que na sede histórica as atividades são, quase diariamente, abertas aos sócios do Flu.

O fim do contrato com a Escola de Educação Física do Exército, a EsFEx, no dia 29 de setembro, também ajudou na estreia do novo Centro de Treinamento. O local na Urca era utilizado como alternativa às Laranjeiras, quando esta estava impossibilitada por partidas das categorias de base do Fluminense.