Pedro Antônio, sobre nome do CT: "Quem não gostaria de ser eternizado pelo Fluminense?"

Vice-presidente de projetos especiais concedeu entrevista coletiva nesta terça-feira (11)

Pedro Antônio, sobre nome do CT: "Quem não gostaria de ser eternizado pelo Fluminense?"
(Foto: Marcello Neves/VAVEL)

Vice-presidente de projeto especiais do Fluminense, Pedro Antônio é peça importante na construção do novo Centro de Treinamento do clube. Idolatrado por muitos, inclusive pelo presidente Peter Siemsen, o mandatário concedeu entrevista coletiva nesta terça (11) e comentou sobre a oportunidade de ter seu nome eternizado no CT. Pedro afirmou que seria uma honra, mas prefere deixar a decisão na mão do presidente e da comissão sde futebol.

+ Fluminense realiza primeira atividade no novo Centro de Treinamento

"Primeiro é uma honra, segundo é gratificante. Quem não gostaria de ter o nome eternizado pelo Fluminense? Mas acho que isso deve ser dividido entre o presidente e o departamento de futebol, com patrocínio, com pesquisa, enfim... O importante é ser o CT do Fluminense, acho que podem até vender o nome para um patrocinador, mesmo que seja temporário. Isso faz parte da história", afirmou.

Porém, para 2017, existe uma grande dúvida sobre o futuro de Pedro Antônio junto ao Fluminense. Em pleno período eleitoral, não manifestou apoio a nenhum candidato. Questionado, o mandatário preferiu manter o foco na atual temporada, mas espera deixar um legado para futuros investidores tricolores.

"Isso é um processo políticio e tem todas as suas nuances. Realmente entre todos os candidatos atuais, apenas um (Cacá Cardoso) falou não falou que gostaria de ter o Pedro Antônio ajudando. Acho que o mais importante que o 'Pedro Antônio de 2017 para frente' é entender que qualquer pessoa pode ter esse espírito guerreiro que o Fluminense tem. Seja quem for eleito presidente, espero que venha com esse espírito guerreiro. Esse é o grande legado que quero deixar"