Jorge Macedo reclama de interferência externa em gol anulado do Fluminense

Diretor de futebol esbravejou contra o árbitro Sandro Meira Ricci

Jorge Macedo reclama de interferência externa em gol anulado do Fluminense
Jorge Macedo reclama de interferência externa em gol anulado do Fluminense

Poderia ser um espetáculo de futebol, mas novamente a arbitragem foi foco de discussão no Fla-Flu. Devido a isso, a diretoria do Fluminense optou por não deixar seus jogadores e  o técnico Levir Culpi concederem entrevista. Único que veio a público para falar com a imprensa, o diretor de futebol Jorge Macedo não poupou críticas a Sandro Meira Ricci e reclamou de ajuda externa no lance do gol anulado que daria o empate ao Tricolor.

"Estranhamente, no nosso gol, o bandeira dá impedimento. Os atletas vão falar com ele. Ele achava que o gol era do Cícero. Ele pergunta ao árbitro: "Quem fez o gol?" O Sandro diz que foi o Henrique. O gol é validado. Os jogadores do Flamengo saem. E voltam logo depois pois ouvem uma interferência externa. O quarto árbitro e o delegado também aparecem. Todos dizem que a televisão mostrava o impedimento. Depois de muito tempo, o árbitro anula o lance. Então, uma interferência bruta. Essa regra ainda não está apta no futebol. Todo mundo solicita isso. Mas hoje essa interferência causou prejuízo muito grande ao Fluminense" disse Macedo.

O diretor de futebol lembrou também da polêmica do primeiro gol rubro-negro, onde Réver teria esbarrado em Julio César e o atrapalhado em ir à bola, fato que gerou reclamação até do próprio goleiro. Jorge Macedo comparou as situações e desabafou contra a arbitragem.

"Eu queria falar de futebol, mas tenho de falar mais uma vez de arbitragem. Foi muito estranho o que aconteceu aqui. O primeiro gol do Flamengo, o Réver estava impedido e desloca o nosso goleiro. Os atletas do Fluminense conversam com o bandeira, e o árbitro não pega a opinião de ninguém e valida o gol", desabafou.

Fluminense caiu para a sexta colocação após a derrota contra o Flamengo, se mantém com 46 pontos, mas permanece na zona de classificação à Copa Libertadores 2017. O próximo compromisso é contra o São Paulo, na próxima segunda-feira, às 20h, em Edson Passos.