Novo modelo de gestão: Pedro Abad comenta seu planejamento no Fluminense

Candidato concedeu entrevista exclusiva à VAVEL Brasil; Eleição presidencial ocorre na segunda quinzena de novembro

Novo modelo de gestão: Pedro Abad comenta seu planejamento no Fluminense
Novo modelo de gestão: Pedro Abad comenta seu planejamento no Fluminense

As eleições do Fluminense se aproximam e os candidatos ao pleito presidencial começam a divulgar seus planos para o mandato. Pedro Abad, candidato da chapa Flusócio e apoiado pelo presidente Peter Siemsen, concedeu entrevista exclusiva à VAVEL Brasil e comentou sobre seus pontos de melhorias que o clube. Segundo ele, vivenciar seis anos da atual gestão lhe favorecem para encontrar soluções aos problemas existentes.

+ Eleição Presidencial: VAVEL entrevista Pedro Abad

"Nossa dívida tem um perfil mais adequado a situação do Fluminense do que ela tinha há seis anos. Nossa dívida é praticamente toda de longo prazo, ou seja, temos previsibilidade no fluxo de caixa para pagamento parcelado dessas dívidas. A gente consegue aliar elenco com finança quando a gente investe melhor no elenco. Quando você paga muito por um jogador que dá pouco retorno, você acaba investindo mal e isso impacta sua dívida. Quando você investe corretamente, vai ter resultado dentro de campo e pagar.

Quando proponho um modelo novo de futebol, proponho um modelo aonde você erra muito menos. Ninguém acerta sempre, mas, quando se erra menos, seu investimento te traz mais retorno. O principal é fazer o futebol com investimento mais ligado ao retorno e aplicar no próprio time. O clube não é só futebol, você tem vida social, tem esportes olímpicos e se gasta com todo mundo. Quando você investe melhor, te sobra dinheiro para investir. Basicamente é isso: gastar melhor, arrecadar mais e dividir o bolo"

Candidato da Flusócio, Pedro Abad é um dos quatro concorrentes à presidência do Fluminense para o triênio 2017-2019. Além dele, Celso Barros, Mário Bittencourt e Cacá Cardoso almejam ao cargo que atualmente pertence a Peter Siemsen, reeleito em 2013. As eleições ocorrem na segunda quinzena de novembro, em Laranjeiras.